Gustavo Aleixo/ Cruzeiro
Gustavo Aleixo/ Cruzeiro

Léo testa negativo em contraprovas para coronavírus e retorna ao Cruzeiro

Zagueiro poderá defender equipe na partida contra a Caldense, pelo Campeonato Mineiro

Redação, Estadão Conteúdo

28 de julho de 2020 | 20h08

O zagueiro Léo poderá defender o Cruzeiro na partida contra a Caldense, nesta quarta-feira, em Poços de Caldas, pela rodada final do Campeonato Mineiro, após o clube comunicar que o jogador testou negativo nas duas contraprovas para o coronavírus.

Léo havia dado positivo para a covid-19 em exame realizado na última sexta-feira, dois dias antes da partida contra a URT. Assim, o zagueiro, que estava assintomático, tinha sido afastado das atividades no clube. Agora, com os resultados negativos, foi reintegrado e viajou com o restante da delegação.

"Após o teste inicial, Léo seguiu os protocolos determinados pela Federação Mineira de Futebol (FMF) e Confederação Brasileira de Futebol (CBF), com a orientação de que se repetisse o exame dias depois. Como os dois testes realizados posteriormente foram negativos e os exames de sangue que fizemos reforçaram esta informação, consideramos o primeiro como um falso positivo. De acordo com as orientações que temos, foi permitido o retorno do jogador ao grupo para que ele faça parte da delegação", destacou Daniel Baumfeld, superintendente médico do Cruzeiro.

Em junho, antes da retomada das atividades na Toca da Raposa II, Léo também chegou a testar positivo para o coronavírus, mas as contraprovas, feitas nos dias seguintes, também deram negativo.

Na última segunda-feira, os demais membros do elenco cruzeirense passaram por novos exames para a possível detecção da covid-19, sem qualquer resultado positivo, o que liberou todos os atletas para a viagem à Poços de Caldas.

Em quinto lugar no Campeonato Mineiro, o Cruzeiro precisa de um triunfo por três gols de diferença sobre a Caldense para avançar às semifinais. Caso ganhe por vantagem menor, só se classificará caso o Atlético não derrote o Patrocinense no Mineirão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.