Vitor Silva / SS Press / Botafogo
Vitor Silva / SS Press / Botafogo

Léo Valencia vê Botafogo ainda em risco e prevê 'final' contra a Chape

Equipes se enfrentam na quinta-feira, na Arena Condá

Estadão Conteúdo

12 de novembro de 2018 | 19h26

Vindo de duas vitórias consecutivas, o Botafogo subiu na tabela e já respira mais aliviado na luta contra o rebaixamento. São 41 pontos para o 11.º colocado do Brasileirão, seis acima da zona da degola, mas o meia Léo Valencia considerou nesta segunda-feira que a equipe ainda não está livre do perigo.

"Acho que ainda não conseguimos sair do perigo do rebaixamento, mas foi uma vitória muito importante em casa. Vamos para Chapecó para vencer. A terceira vitória seguida seria muito importante para a gente e precisamos ganhar em Chapecó", declarou em entrevista coletiva.

O confronto de quinta-feira, na Arena Condá, é importantíssimo para o Botafogo, não só pela situação da equipe, mas por se tratar de um adversário direto na luta contra o descenso. A Chapecoense é a penúltima colocada do Brasileirão, com 34 pontos, e, por isso, Léo Valencia cobrou que os cariocas encarem o jogo como uma final.

"Desde que cheguei, trabalho sério para melhorar. Futebol é momento. Agora, conseguimos ganhar dois jogos e a confiança aumenta bastante. Espero seguir melhorando para fechar o ano da melhor maneira. Estamos encarando cada jogo como uma final", comentou.

Em boa fase, o meia espera que suas atuações pelo Botafogo possam lhe dar uma chance de vestir as cores da seleção chilena. "Trabalho para ajudar o Botafogo e, fazendo as coisas certas, tenho a chance de ter meu nome lá. É trabalhar e fazer bons jogos para voltar a ter chances na seleção."

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
Botafogofutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.