Leonardo diz que é cedo para definir futuro no Milan

'Neste momento, devemos nos concentrar apenas no presente. Não podemos permitir nenhuma distração', afirma o brasileiro

AE, Agência Estado

23 de abril de 2010 | 11h13

Contestado pela inconstância do Milan na temporada, o técnico Leonardo procurou minimizar nesta sexta-feira a pressão e garantiu que ainda é cedo para definir seu futuro na equipe. Antes, o brasileiro espera terminar o Campeonato Italiano de maneira honrosa.

"Falar de futuro ainda me soa muito prematuro, ainda não atingimos nenhum objetivo nesta temporada. Neste momento, devemos nos concentrar apenas no presente. Não podemos permitir nenhuma distração", declarou o treinador brasileiro.

O comentário surgiu no mesmo dia em que o vice-presidente do Milan, Adriano Galliani, sugeriu que a permanência de Leonardo só depende do próprio treinador. "Ele decidirá", garantiu.

Com sua equipe na terceira colocação do Campeonato Italiano, praticamente sem chances de título e quase assegurada na Liga dos Campeões, Leonardo disse que o Milan precisa se concentrar apenas em fazer boas apresentações. "A coisa mais importante agora é a próxima partida. Estamos concentrados em nosso rendimento, precisamos jogar com o coração", pediu.

O Milan tenta se reabilitar diante do Palermo, sábado, fora de casa, depois de perder para a Sampdoria na semana passada, por 2 a 1.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.