Giampiero Sposito/Reuters
Giampiero Sposito/Reuters

Leonardo diz que Milan pode reverter situação

Técnico brasileiro elogia comportamento dos jogadores após terceiro gol do Manchester

AE, Agencia Estado

17 de fevereiro de 2010 | 12h44

Mesmo com a derrota em casa para o Manchester United, na última terça-feira, por 3 a 2, nas oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa, o técnico Leonardo elogiou os jogadores do Milan e fez questão de dizer que o confronto ainda não está decidido.

"Não posso reclamar de nada da minha equipe. O primeiro gol deles foi de sorte e mesmo depois do 3 a 1, o Milan recobrou as forças para marcar o segundo gol. Não acho que o confronto já tenha acabado", declarou o treinador brasileiro.

Ainda de acordo com Leonardo, o fator psicológico foi determinante para a derrota da equipe italiana. O brasileiro disse que as chances perdidas pelo time foram decisivas para o revés diante do Manchester United.

"Psicologicamente não tivemos muita sorte porque criamos numerosas oportunidades e no final foram eles que conseguiram marcar. A equipe se comportou muito bem. Após o gol de Seedorf os jogadores recobraram as forças, as energias e a vontade para se recuperar. Repito, não acho que o confronto já tenha acabado", comentou o treinador.

A partida de volta entre as equipes será no dia 10 de março, em Old Trafford, estádio do Manchester United. Para avançar às quartas de final da competição, o Milan precisa vencer por dois gols de diferença - ou por um, desde que o placar seja maior do que 3 a 2.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.