Jon Super/AP - 26/9/2011
Jon Super/AP - 26/9/2011

Leonardo diz que PSG não vai 'roubar' Tevez do Milan

Mas dirigente avisou que tentará contratação caso time italiano desista do negócio

AE, Agência Estado

19 de dezembro de 2011 | 12h12

PARIS - O brasileiro Leonardo afirmou nesta segunda-feira que o Paris Saint-Germain não pretende interferir na negociação entre o atacante Carlos Tevez e o Milan. "Não vou roubar Tevez do Milan. Não entrei em contato com o jogador e não vou ficar entre as duas partes", declarou o brasileiro, em entrevista ao jornal italiano La Repubblica.

Leonardo, contudo, avisou que o PSG tentará a contratação do argentino caso o Milan desista da negociação. "Estamos de olho no jogador, mas sem atrapalhar ninguém. Mas se o meu mentor Galliani mudar de planos, nós vamos atrás do atleta", disse o diretor, se referindo ao vice-presidente Adriano Galliani, que o levou ao comando do Milan há dois anos.

A negociação entre Milan e Manchester City esfriou nas últimas semanas porque o time inglês só pretende ceder Tevez em uma negociação definitiva, enquanto os italianos querem um contrato de empréstimo por meio ano, antes de selar a compra do atleta. No Milan, Tevez seria o substituto de Antonio Cassano, que se afastou temporariamente do futebol após passar por uma cirurgia no coração.

Correndo por fora, o PSG já mostrou interesse em um contrato definitivo com Tevez. Embalado pelo investimento de Qatar Sports Investment, o clube francês surpreendeu na pré-temporada ao fazer contratações de peso no mercado europeu. Um dos reforços foi o técnico brasileiro Leonardo.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolLeonardoPSGMilanTevez

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.