Leonardo vira dúvida na Portuguesa

As preces do técnico Giba foram ouvidas e quase todas as suas preocupações com jogadores lesionados se esgotaram nesta quarta-feira. O único que ainda preocupa para a partida desta sexta-feira, em Florianópolis, contra o Avaí, é o lateral-esquerdo Leonardo, que no treinamento de terça sentiu dores na perna direita. Constatado um princípio de tendinite, o jogador foi poupado do treino. Ele irá realizar um trabalho intensivo com o preparador físico Lino Facchini para saber se viaja para Santa Catarina. Caso não esteja apto, David, que atua no time B, é a única opção de origem para a lateral. Na segunda-feira, o meia Cléber, principal articulador e artilheiro do time, com sete gols, sentiu dores na parte posterior da coxa direita, mas foi confirmado para o jogo pelo médico Júlio Stancarti.Durante a semana, as outras preocupações foram caindo, uma a uma. O volante Almir, que não treinou boa parte da última semana com dores no pé, retornou aos trabalhos e poderá jogar. O mesmo aconteceu com o atacante Leandro Amaral, que, com uma lombalgia, desfalcou o time na derrota para o Vila Nova. Assim, o único desfalque confirmado para o jogo em Santa Catarina é o meia Celsinho, que recebeu o terceiro cartão amarelo. "O tempo que tivemos entre o último jogo (dia 19) até este nos ajudou a resolver todos os nossos problemas e vamos com força total para tentar dar a volta por cima contra o Avaí", declarou, confiante, o técnico Giba. No treinamento, o treinador realizou um treino tático-técnico para preparar o time. Ao final, Giba insistiu em cobranças de faltas e escanteios na área. Segundo ele, bolas levantadas na área têm sido um problema para o time. "É sempre uma preocupação e se ficarmos perfeitos, evitamos uma fonte de gols", explicou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.