Lesão afasta Viola do Guarani por 15 dias

O atacante Viola vai ficar em tratamento por duas semanas para se recuperar de uma contratura muscular na coxa direita. Ele passou por uma ressonância magnética, em que a lesão foi confirmada, mas espera estar de volta para enfrentar o próximo a dversário do Guarani na Copa do Brasil: Santo André ou Atlético Mineiro.A vantagem é que o time de Campinas só entrará em campo novamente em 14 de abril. Viola não deverá ser problema para este jogo. O adversário sairá do confronto entre Santo André e Atlético-MG, que jogam no dia 7, em Belo Horizonte. No primeiro jogo, o clube do ABC venceu por 3 a 0.Viola deixou o campo na partida contra o América-MG após sentir a contusão. Ele foi o autor do gol que garantiu a vitória de 1 a 0 e a vaga na terceira fase. Artilheiro do Guarani neste ano, com quatro gols, o atacante negocia com a diretoria sua permanência em Campinas. O seu contrato termina no dia 22 de abril.A elenco volta aos treinamentos nesta terça-feira, se preparando para a Copa do Brasil e também para o início do Campeonato Brasileiro no dia 22 de abril, quando enfrentará o Coritiba, na capital parananense.O possível acordo com o Iraty-PR para terceirizar o futebol do Guarani deve ficar apenas no empréstimo de dois jogadores: o centroavante Galvão, ex-União São João, e o meia Adriano. Flávio, volante que atuou pelo Palmeiras e ano passado estava no Internacional-RS, também está nos planos e pode ser cedido pelo empresário Juan Figer. Enquanto ele não chega, o clube definiu o empréstimo do volante Marcos Alexandre, que defendia o União Barbarense.

Agencia Estado,

29 de março de 2004 | 15h28

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.