Lesão de Aloísio é grave e preocupa o São Paulo

José Sanchez, médico do clube, confirma que o atacante tem uma lesão ligamentar no tornozelo direito

Agência Estado

31 de março de 2008 | 18h37

A contusão sofrida pelo atacante Aloísio no último domingo, na partida contra o Bragantino, em Bragança Paulista, é grave. O médico do São Paulo, José Sanchez, confirmou nesta segunda-feira que o jogador tem uma lesão ligamentar (não houve ruptura) no tornozelo direito. Veja também:  Quais times levam as duas últimas vagas das semifinais do Paulistão? Bate-pronto - Paulistão: chegou a hora da verdade Veja as chances de classificação e rebaixamento no Paulistão TV Estadão: Análise da reta final do Campeonato Paulista Segundo ele, o departamento médico são-paulino irá definir até quarta-feira se Aloísio terá que passar por uma cirurgia para correção do problema.  "Não estou nem um pouco otimista, é grave", admitiu José Sanchez. Se tiver mesmo que operar, o atacante vai ficar no mínimo quatro meses fora de combate. Assim, Aloísio não jogaria mais no Paulistão - o São Paulo precisa de uma vitória contra o Juventus, no próximo domingo, para avançar à semifinal - e, muito provavelmente, na Libertadores. A ausência de Aloísio foi lamentada pelo zagueiro André Dias. "É um problema, porque ele é um jogador importante no elenco. Se perder o Adriano, por exemplo, não terá ninguém mais da posição", admitiu o jogador. André Dias ainda destacou outro aspecto: Aloísio sempre mantém o astral do elenco elevado. "Ainda bem que ele não está cabisbaixo, triste. Ele continua sorridente, até no ônibus, voltando de Bragança (Paulista), ele estava sorrindo, brincando com todos", contou o zagueiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.