Sérgio Neves/Estadão
Sérgio Neves/Estadão

Lesão de Guerrero preocupa, diz médico do Corinthians

Atacante foi substituído ainda no primeiro tempo da partida desta quarta-feira, contra o Comercial

Vítor Marques, Agência Estado

27 de fevereiro de 2014 | 00h16

SÃO PAULO - O atacante peruano Paolo Guerrero, do Corinthians, foi substituído ainda no primeiro tempo da partida desta quarta-feira contra o Comercial. Ele deixou o jogo aos 40 minutos do primeiro tempo sentindo dores no joelho direito. Após dividir uma bola aos 22, caiu no gramado. Guerrero voltou a jogar, mas teve de sair mais tarde. Ele deixou o campo e teve de ser carregado nas escadas dos vestiários.

O médico do Corinthians, Júlio Stancati, ficou preocupado e disse que a contusão pode ser grave. "Ele sentiu uma dor forte no joelho, aparentemente deve ser uma lesão no menisco, preocupa", afirmou. Segundo Stancati, Guerrero deve fazer exames nesta quinta para detalhar a gravidade da lesão.

Guerrero vive uma fase ruim. Não marca havia oito rodadas e até se machucar mais uma vez teve chance de fazer um gol, mas não foi capaz de concluir o lance. O garoto Luciano, de 20 anos, que entrou no lugar de Guerrero, fez o gol do Corinthians no minuto seguinte à substituição, aos 41 do primeiro tempo.

Nesta quinta, Guerrero é aguardado no DHPP (Departamento Estadual de Homicídios e Proteção à Pessoa), no centro de São Paulo, para prestar depoimento, às 12 horas, no caso da invasão dos torcedores no CT corintiano, no último dia 1.º.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCorinthiansGuerrero

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.