Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

Lesão de Fagner não preocupa para clássico com São Paulo

Lateral foi substituído no intervalo da partida contra o Vasco

Estadão Conteúdo

30 de julho de 2015 | 20h49

O lateral-direito Fagner deixou o jogo da última quarta-feira contra o Vasco, no estádio Itaquerão, no intervalo por causa de um desconforto no músculo posterior da coxa esquerda, mas não deve ser problema para o Corinthians no clássico contra o São Paulo, no dia 9 de agosto. O jogador iniciou o tratamento nesta quinta mesmo e a tendência é que seja liberado para os treinos com a bola a partir da próxima segunda.

Quem deu entrevista coletiva nesta quinta-feira foi o volante Elias, que comentou sobre a importância do clássico contra o São Paulo. "Corintiano quer vencer o São Paulo a qualquer custo. Os jogadores entendem que é um dos jogos mais importantes. Na prática, a gente sabe que no clássico iguala tudo. Será um jogo difícil, do outro lado tem muita qualidade. Não tem favorito", afirmou.

O volante também disse que, apesar de se tratar de um clássico, a partida tem de ser encarada como qualquer outra na competição e que é importante pontuar, independente o adversário. "A gente vai para lá para pontuar, vencer, se puder, é claro, senão ao menos pontuar. Os três pontos do clássico valem o mesmo que o do jogo contra o último colocado" finalizou.

JOGO-TREINO

Após vencer o Vasco por 3 a 0, o elenco corintiano se reapresentou nesta quinta-feira no CT Joaquim Grava. Enquanto os titulares fizeram trabalho de recuperação física, jogadores que não atuaram ou jogaram menos de 45 minutos participaram de um jogo-treino contra o Red Bull Brasil, equipe que disputa a Série D do Campeonato Brasileiro.

O Corinthians foi a campo com Matheus Vidotto; Edilson, Edu Dracena, Yago e Guilherme Arana; Ralf, Cristian, Matheus Pereira, Rodriguinho e Danilo; Rildo. Com muita movimentação dos jogadores de meio de campo, a equipe comandada pelo técnico Tite venceu o primeiro tempo da atividade por 1 a 0 - gol de Rodriguinho.

Na segunda etapa, a equipe voltou com Gustavo Vieira, Romero, Mendoza e Luciano nos lugares de Edilson, Matheus Pereira, Rildo e Danilo, respectivamente. Sem perder o ritmo, o Corinthians ampliou o placar novamente com Rodriguinho.

Com a vantagem, Tite aproveitou para fazer novas observações envolvendo principalmente os garotos das categorias de base. Marciel, Rodrigo Sam, Matheus Vargas e Gabriel Vasconcelos entraram nas vagas de Cristian, Edu Dracena, Rodriguinho e Yago, respectivamente. O Red Bull Brasil diminuiu e, na sequência, o Corinthians fez o terceiro gol com Mendoza decretando o placar final do jogo-treino: 3 a 1.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCorinthiansFagnerSão Paulo Fc

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.