Mailson Santana/Fluminense
Mailson Santana/Fluminense

Lesão muscular tira Gabriel Teixeira de decisão do Fluminense na Libertadores

Equipe de Roger Machado encara o Barcelona de Guayaquil, no Equador, na próxima quinta-feira

Redação, Estadão Conteúdo

14 de agosto de 2021 | 12h56

O técnico Roger Machado terá um desfalque de peso nos próximos jogos do Fluminense, incluindo o duelo decisivo das quartas de final da Copa Libertadores, diante do Barcelona de Guayaquil, no Equador. O atacante Gabriel Teixeira sofreu uma lesão muscular na coxa esquerda e está fora do confronto de volta.

Autor do primeiro gol no empate por 2 a 2 no Maracanã, quinta-feira, Gabriel Teixeira reclamou de dores após o jogo contra o time de Guayaquil e acabou submetido a exames de imagem na sexta. A expectativa era apenas de um cansaço muscular, mas a má notícia veio neste sábado pela manhã com a confirmação da lesão.

"Gabriel Teixeira teve lesão na coxa esquerda detectada em exame de imagem realizado nesta sexta-feira", informou o Fluminense. O jogador já está em recuperação, mas pode ficar um bom tempo fora, para desespero de Roger Machado.

O treinador já vinha sofrendo com a ausência de Caio Paulista, fora há 20 dias ou cinco jogos, também com lesão muscular, e agora perde seu outro jogador de beirada de campo. Luiz Henrique vem jogando pela direita e agora Roger Machado terá de apostar em outro menino, Kayky ou John Kennedy, ou no experiente Lucca pela esquerda.

Com o empate por 2 a 2 no Maracanã, o Fluminense será obrigado a fazer gols em Guayaquil, já que o Barcelona joga pelo 0 a 0 ou 1 a 1 pelos gols anotados fora de casa. Para avançar à semifinal, terá de ganhar fora de casa em empatar acima de dois gols. O 2 a 2 garante pênaltis. Roger prometeu a vaga e agora tem outro problema a resolver.

Antes da decisão, porém, Roger Machado ainda tem de pensar na visita ao Internacional pelo Brasileirão, neste domingo. É possível que o treinador use o jogo do beira-rio para testar as opções para a vaga de Gabriel Teixeira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.