Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Lesão rara de Jailson faz Palmeiras consultar especialista da NFL

Goleiro tem problema no quadril que é inédito entre atletas; prazo para retornar a jogar pode ser mais do que o esperado

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

22 de agosto de 2017 | 16h38

O Palmeiras constatou uma lesão rara na virilha do goleiro Jailson. O problema muscular sentido no dia 9 de agosto, durante a disputa por pênaltis contra o Barcelona, do Equador, pela Copa Libertadores, levou até mesmo o departamento médico do clube a buscar a opinião de um médico americano especialista em quadril e consultor da NFL.

Segundo o médico do Palmeiras, Gustavo Magliocca a lesão sentida por Jailson em um dos tendões do quadril é tão rara que a literatura médica relata somente três casos parecidos, todos em pessoas que não são atletas. O clube decidiu, então, entrar em contato com o colega americano, que trabalha no Denver Broncos, para ouvir recomendações. Por enquanto o Palmeiras dispensa a cirurgia e vai tentar recuperar o jogador com tratamentos conservadores.

O prazo inicial previsto para a recuperação de Jailson era de um mês. O clube, porém, admite a possibilidade desse período de afastamento ser maior. Os médicos vão continuar com o método de recuperação antes avaliar a necessidade de uma intervenção cirúrgica.

Jailson sentiu a lesão ao tentar defender um dos pênaltis do time equatoriano, na disputa que eliminou o Palmeiras da competição. Desde então, o goleiro não atuou mais e tem feito tratamento intensivo no departamento médico. O técnico Cuca definiu Fernando Prass como titular nos dois jogos seguintes, contra Vasco e Chapecoense, ambos pelo Campeonato Brasileiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.