Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

Lesionado, Alan Kardec pode desfalcar São Paulo por até seis meses

Tendência é que atacante passe por cirurgia no joelho direito

CIRO CAMPOS, O Estado de S. Paulo

06 de abril de 2015 | 18h01

O médico do São Paulo, José Sanchez, demonstrou pessimismo com a situação do atacante Alan Kardec. O jogador tem uma lesão no ligamento cruzado do joelho direito e será submetido a um exame nesta terça-feira para avaliar a gravidade do problema. Mas a tendência é que seja necessário uma cirurgia e nesse caso o prazo de recuperação é de seis meses.

Alan Kardec seria submetido a um exame nesta segunda, mas o hospital onde realizaria o procedimento adiou o procedimento por alegar falha no equipamento. De acordo com Sanchez, o exame é para avaliar o grau de suficiência de estabilidade do joelho do jogador. "O ligamento tem duas bandas. Uma delas está rompida e outra está inteira. Geralmente esses casos exigem cirurgia, mas é preciso esperar o exame. Está nas mãos do cirurgião", explicou o médico.

O atacante sentiu a lesão ainda no primeiro tempo do jogo contra o San Lorenzo, na última quarta-feira, pela Copa Libertadores, em Buenos Aires. Kardec deixou o gramado para a entrada de Centurión e, assim que chegou ao Brasil, iniciou o trabalho de fisioterapia. O jogador tem passado os dias na academia do CT da Barra Funda e aguarda o resultado do exame desta terça-feira para definir como será o tratamento.

No último domingo o vice-presidente de futebol do São Paulo, Ataíde Gil Guerreiro, disse que o clube não tem uma opção de reforço para o lugar de Kardec. Segundo o dirigente, nenhum atacante se destacou no Campeonato Paulista e demonstrou condições de assumir a vaga do camisa 14.

Para o setor, o elenco tem ainda como titulares Alexandre Pato e Luis Fabiano, que também está machucado. Como opções entre os reservas estão o garoto Ewandro, de 19 anos, e Jonathan Cafu, contratado no começo do ano, quando deixou a Ponte Preta.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSão Paulo FCAlan Kardec

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.