Lesionado, Diaby desfalcará Arsenal por até nove meses

O meio-campista Abou Diaby não consegue mesmo ter uma sequência de partidas pelo Arsenal e nesta quinta-feira teve mais uma grave lesão confirmada. O francês sofreu uma ruptura no ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo durante um treinamento da última quarta e ficará de oito a nove meses afastado do futebol.

AE-AP, Agência Estado

28 de março de 2013 | 14h56

"Depois de consultar os especialistas, Abou vai ter que passar por uma cirurgia para consertar a contusão em um futuro próximo", explicou o Arsenal nesta quinta-feira. "A expectativa é de que ele fique fora por cerca de oito a nove meses."

Diaby chegou ao time inglês em 2006, vindo do Auxerre, mas sempre sofreu com as contusões. Após quatro meses no clube, ele deslocou e fraturou o tornozelo, o que fez com que disputasse apenas 27 partidas do Campeonato Inglês nas duas primeiras temporadas.

Por conta das lesões, ele só se estabeleceu na equipe na temporada 2010/2011, quando foi titular e participou de 40 partidas. No entanto, já em 2011/2012, voltou a sofrer com problemas físicos e disputou somente 16 jogos, após contusões no tornozelo e na panturrilha.

Com o afastamento de Diaby, Arsène Wenger ganhou mais um problema para armar o Arsenal. O meia Wilshere segue se recuperando de um problema no tornozelo sofrido no dia 3 de março. Walcott voltou da seleção inglesa com um problema pélvico e não deve enfrentar o Reading neste final de semana, enquanto Gibbs é dúvida por conta de uma virose.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolArsenalDiaby

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.