Andreas Gebert/Reuters
Andreas Gebert/Reuters

Lesionado, lateral do Liverpool desfalcará a Inglaterra nas Eliminatórias da Euro

Alexander-Arnold não vai enfrentar a República Checa nesta sexta-feira, em Londres

Redação, Estadão Conteúdo

20 de março de 2019 | 18h30

Uma lesão nas costas tirou o lateral-direito Alexander-Arnold da estreia da seleção da Inglaterra nas Eliminatórias da Eurocopa de 2020, nesta sexta-feira, diante da República Checa, no estádio de Wembley, em Londres.

Convocado pelo técnico Gareth Southgate, o jogador também ficará fora da partida da segunda rodada do qualificatório continental, contra Montenegro, fora de casa, em Podgorica, na segunda-feira.

Alexander-Arnold retornou a Liverpool, onde vai continuar o tratamento, que segundo a comissão técnica da seleção inglesa, poderá durar até uma semana. E a Associação de Futebol da Inglaterra (FA, na sigla em inglês) deu a entender, por meio de nota oficial, que Southgate não convocará um substituto para a posição ao informar que ele trabalhará com um grupo de 22 jogadores para estes dois próximos duelos, e não mais 23.

"O lateral-direito chegou com uma lesão nas costas e, apesar dos progressos nos últimos dias (no seu processo de recuperação), era pouco provável que ele pudesse desempenhar um papel nestes próximos jogos das Eliminatórias da Eurocopa", informou a entidade que comanda o futebol inglês, por meio de nota em seu site oficial.

A Inglaterra está no Grupo A das Eliminatórias da Eurocopa, que, além dos checos e montenegrinos, também conta com as seleções da Bulgária e do Kosovo. Cada equipe vai disputar oito jogos e as duas primeiras colocadas garantirão um lugar no torneio.

A Eurocopa será disputada de 12 de junho a 12 de julho do ano que vem, em 12 cidades de vários países, em comemoração aos 60 anos do torneio. A seleção portuguesa é a atual detentora do título. A partida de abertura está marcada o Estádio Olímpico de Roma e a grande final vai acontecer no tradicional Wembley, em Londres.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.