Federico Parra/AFP
Federico Parra/AFP

Lesionado, Suárez fica fora de convocação do Uruguai para amistosos

Celeste enfrenta a Polônia, em 10 de novembro, e Áustria, quatro dias depois

Estadão Conteúdo

20 Outubro 2017 | 21h58

Com a intenção de se recuperar de uma lesão no joelho direito, em decisão tomada em comum acordo com os médicos do Barcelona, Luis Suárez ficou fora nesta sexta-feira de uma lista de convocados do Uruguai para enfrentar a Polônia, em 10 de novembro, e Áustria, quatro dias depois, em amistosos fora de casa.

+ Peru convoca para Eliminatórias e desfalcará Flamengo e São Paulo

O atacante acabou sendo excluído da lista de atletas chamados pelo técnico Oscar Tabárez para os confrontos que servirão de preparação para a Copa do Mundo de 2018.

De acordo com comunicado divulgado pela Associação Uruguai de Futebol (AUF), Suárez irá interromper suas atividades físicas durante uma semana, a partir de 5 de novembro, para se submeter a um tratamento médico e fisiológico.

A lista divulgada nesta sexta-feira inclui 23 jogadores que atuam fora do futebol uruguaio e não trouxe surpresa em relação ao grupo que foi chamado para as duas últimas rodadas das Eliminatórias sul-americanas. Essa listagem poderá ser ampliada nos próximos dias com a inclusão de jogadores que defender times do Uruguai.

Confira a lista de convocados da seleção uruguaia:

Goleiros - Fernando Muslera (Galatasaray), Martín Silva (Vasco) e Martín Campaña (Independiente-ARG).

Defensores - Diego Godín (Atlético de Madrid), José María Giménez (Atlético de Madrid), Maximiliano Pereira (Porto), Gastón Silva (Torino), Sebastián Coates (Sporting), Mauricio Lemos (Las Palmas) e Martín Cáceres (Verona).

Meio-campistas - Egidio Arévalo Ríos (Racing), Carlos Sánchez (Monterrey), Matías Vecino (Inter de Milão), Nahitan Nández (Boca Juniors), Federico Valverde (La Coruña), Giorgian de Arrascaeta (Cruzeiro), Rodrigo Bentancur (Juventus), Gaston Pereiro (PSV Eindhoven) e Nicolás Lodeiro (Seattle Sounders).

Atacantes - Cristhian Stuani (Girona-ESP), Edinson Cavani (Paris Saint-Germain), Jonathan Urretaviscaya (Pachuca-MEX) e Maximilano Gómez (Celta).

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.