Daniela Porcelli/CBF
Daniela Porcelli/CBF

Letícia Santos sofre grave lesão e deve desfalcar seleção na Olimpíada

Lateral tem problema no joelho direito e dificilmente vai se recuperar a tempo de disputar os Jogos de Tóquio

Redação, Estadão Conteúdo

09 de março de 2020 | 12h02

O Brasil sofreu uma baixa na derrota do último sábado para a seleção francesa por 1 a 0. Durante a partida válida pelo Torneio Internacional da França e disputada em Valenciennes, a lateral-direita Letícia Santos sofreu grave lesão no joelho direito e não deve se recuperar a tempo de defender a equipe nos Jogos Olímpicos de Tóquio.

Em nota, a CBF explicou que os exames de ressonância magnética realizados por Letícia Santos apontaram uma lesão do ligamento cruzado anterior do joelho direito. Não foi realizada uma previsão sobre o período de afastamento dos gramados da lateral, mas, com necessidade de cirurgia, não deverá ficar menos de seis meses sem atuar.

Letícia Santos permanecerá com a delegação da seleção brasileira, que está em Calais para a sua despedida do Torneio Internacional da França, que será nesta terça-feira, quando a equipe vai encarar o Canadá, a partir das 15 horas (de Brasília). A equipe empatou por 0 a 0 com a Holanda em sua estreia no torneio, que foi vencido com uma rodada de antecedência pelas anfitriãs.

O departamento médico da seleção encaminhou a documentação com detalhes sobre a lesão ao FFC Frankfurt, clube da lateral-direita brasileira que deve definir detalhes da cirurgia e processo de recuperação de Letícia Santos.

A lateral-direita, de 25 anos, vinha sendo convocada com frequência pela técnica sueca Pia Sundhage para os compromissos da seleção brasileira. E em 2019, ainda sob o comando de Vadão, fez parte do grupo que participou do Mundial na França.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.