Ronald Wittek/ EFE
Ronald Wittek/ EFE

Leverkusen encerra sonho de time da 4ª divisão e vai à final da Copa da Alemanha

Time derrotou o Saarbrücken por 3 a 0 em um estádio vazio nesta terça-feira

Redação, Estadao Conteudo

09 de junho de 2020 | 19h20

A histórica caminhada do Saarbrücken, time da quarta divisão, até as semifinais da Copa da Alemanha chegou ao fim com uma derrota por 3 a 0 para o Bayer Leverkusen em um estádio vazio nesta terça-feira.

A pandemia do coronavírus privou o clube de contar com a sua torcida, que havia visto o time derrotar quatro equipes de divisões mais altas, incluindo dois da elite - Colônia e Fortuna Düsseldorf - tornando-se o primeiro clube de uma liga tão baixa a chegar à semifinal da copa nacional.

O Leverkusen enfrentará o Bayern de Munique ou o Eintracht Frankfurt - as equipes vão se enfrentar nesta quarta-feira - em sua primeira final da Copa da Alemanha desde 2009. O clube buscará seu primeiro troféu desde 1993.


O Saarbrücken teve de ganhar uma copa regional no ano passado para se qualificar para esta Copa da Alemanha. E atuou pela primeira vez desde março porque a temporada na Liga Regional Sudoeste foi encerrada em meio à pandemia. A inatividade parece ter pesado, com sua defesa falhando.

O primeiro gol da partida saiu aos 11 minutos da etapa inicial, com Diaby chutando de primeira após ser lançado por Demirbay. Demirbay voltou a aparecer aos 18, quando cruzou para a área. O goleiro Batz se atrapalhou com Zeitz, com a bola ficando livre para Alario chutar e fazer 2 a 0. No segundo tempo, aos 11, Demirbay, da linha de fundo, rolou para Bellarabi, livre, bater às redes: 3 a 0.

Sem Havertz, lesionado, pela segunda partida consecutiva, o Leverkusen contou com os brasileiros Wendell e Paulinho como titulares, sendo que o atacante desperdiçou duas boas oportunidades de gol.

Eliminado, o Saarbrücken ao menos vai jogar na terceira divisão na próxima temporada após a decisão tomada no mês passado de decidir sua liga pela média de pontos por jogo.

A cidade do time fica perto da fronteira da Alemanha com a França. E a equipe jogou brevemente na liga do país vizinho logo após a II Guerra Mundial. A sua última aparição na elite alemã foi em 1993.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.