Levir admite atuação irregular, mas celebra vitória do Fluminense

O técnico Levir Culpi admitiu que o Fluminense encontrou dificuldades para bater o Bangu por 1 a 0 e teve atuação abaixo do que pode render na noite de quarta-feira, no Estádio de Edson Passos. Porém, mesmo que o time não tenha convencido, ele destacou a importância do resultado, que colocou a equipe na vice-liderança da Taça Guanabara, a segunda fase do Campeonato Carioca, com oito pontos somados em quatro jogos.

Estadão Conteúdo

31 de março de 2016 | 08h50

"Tivemos, aliás, algumas dificuldades no jogo, assim como o adversário. Vencemos pois merecemos a vitória. A vitória foi merecida. A qualificação do nosso elenco exige atuações melhores. Estamos trabalhando. O bom é vencer para ter tranquilidade", disse Levir.

Mais do que a atuação irregular, a maratona de jogos pode fazer com que Levir realize mudanças na escalação do Fluminense. Foi o que revelou o treinador, que estuda a possibilidade de poupar alguns titulares no próximo sábado, quando o time vai encarar o Madureira, no Moacyrzão, pela quinta rodada da Taça Guanabara.

"Trocar algumas peças de um jogo para outro faz parte. Todos os jogos analisamos isso com o pessoal da fisiologia, que sempre fazem testes nos jogadores para avaliar o nível de desgaste de um jogo para outro. E temos o feedback dos próprios jogadores. Então, é possível, sim. O Osvaldo sentiu um pouco da pancada no quadril. Mas vamos administrando de acordo com o individual de cada um e o conhecimento do departamento médico", afirmou o treinador do Fluminense.

Tudo o que sabemos sobre:
Levir CulpiFluminenseOsvaldo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.