Bruno Cantini/Atlético
Bruno Cantini/Atlético

Levir descarta Adilson e deve escalar Galdezani no Atlético-MG

Equipe mineira enfrenta o Santos neste sábado, pelo Campeonato Brasileiro

Estadão Conteúdo

23 de novembro de 2018 | 21h10

O volante Adilson está fora do confronto do Atlético-MG diante do Santos, sábado, às 20 horas, na Vila Belmiro. Ele não se recuperou de uma pancada na perna esquerda e, com dores, foi vetado pelo técnico Levir Culpi do importante confronto pela penúltima rodada do Campeonato Brasileiro.

"Temos problemas para resolver, tem contusões e alguns cartões. Um ou dois jogadores não deverão participar, entre eles o Adilson. É certeza que ele não deverá participar. Mas temos jogadores em condições de substituí-los. Vamos torcer para que dê tudo certo. Tem que dar", declarou Levir nesta sexta-feira, em entrevista coletiva.

Sem Adilson, o treinador deve escalar novamente Matheus Galdezani como titular, ao lado de Elias, que volta de suspensão. Quem está fora pelo terceiro cartão amarelo desta vez é o zagueiro Iago Maidana, que provavelmente será substituído por Gabriel.

O Atlético-MG é o sexto colocado do Brasileirão, com 56 pontos, e luta pela última vaga na Libertadores com o Atlético-PR, que tem 53. O Santos deixou a disputa na última rodada e entra em campo no fim de semana sem grandes pretensões. Apesar disso, Levir não acredita que o time mineiro terá vida fácil.

"Não muda nada. Faltando dois jogos para terminar a temporada, todo mundo quer dar o melhor. Estamos esperando um jogo de nível do Santos e a dificuldade de enfrentá-los em qualquer situação. Está todo mundo preparado, vamos ver o que acontece. Não tenho dúvida, o componente é importante. A motivação é tudo para você na vida. Não existe um objetivo, mas é só isso. Eles são profissionais, que representam um time de qualidade como o Santos", considerou.

Se não promover nenhuma surpresa na escalação, Levir levará o Atlético-MG no sábado com: Victor; Emerson, Leonardo Silva, Gabriel e Fábio Santos; Matheus Galdezani, Elias, Luan, Cazares e Chará; Ricardo Oliveira.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.