Divulgação
Divulgação

Levir elogia 1º tempo do Atlético e atuação de jogadores contestados

Treinador elogia substitutos Patric e Emerson Conceição

Estadão Conteúdo

23 Março 2015 | 10h09

Sem Marcos Rocha, poupado, e Douglas Santos, convocado para a seleção brasileira olímpica, Levir Culpi escalou os reservas Patric e Emerson Conceição no triunfo do Atlético-MG por 3 a 0 sobre o Tombense, domingo, em Ipatinga, pela nona rodada do Campeonato Mineiro. E embora ambos sejam alvo constante de cobranças da torcida, o treinador avaliou que eles tiveram boa atuação na partida.

"Sobre o Patric e o Emerson, achei que hoje os torcedores deram o braço a torcer. Os dois tiveram bons momentos, a torcida reconheceu, mas é claro que em alguns momentos a torcida acabou vaiando. Já existe todo esse clima em cima dos dois. É melhor a torcida jogar o cara para cima", disse, pedindo mais apoio da torcida atleticana.

Levir aprovou o desempenho do Atlético no primeiro tempo, quando o time abriu 2 a 0, com gols de Luan e Lucas Pratto, mas reconheceu que a equipe teve uma queda de rendimento na etapa final, definindo o placar final apenas nos acréscimos, com mais um gol marcado por Luan.

"Fizemos um primeiro tempo muito bom, e um segundo nem tanto. Fizemos aos 45, 46 minutos o que deveríamos ter feito antes. Mas foi uma vitória importante porque nos deixa tranquilo na competição", afirmou.

Com a vitória, o Atlético chegou aos 19 pontos e está em terceiro lugar no Campeonato Mineiro. O time volta a entrar em campo no próximo domingo, quando vai receber o Villa Nova, no Independência, pela décima rodada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.