Ivan Storti/Santos FC
Ivan Storti/Santos FC

Levir elogia trabalho de Dorival e pede união no elenco santista

Treinador frisou que pretende apaziguar o clima no clube

O Estado de S.Paulo

08 de junho de 2017 | 16h18

O novo técnico do Santos, Levir Culpi, pregou a união do elenco e demais funcionários que trabalham no departamento de futebol nesta quinta-feira e exaltou o trabalho do antecessor, Dorival Júnior, demitido no domingo passado. O treinador frisou que pretende apaziguar o clima no clube.

"Percebi uma certa turbulência no clube, que é uma coisa muito normal, principalmente em época de eleições. Então, gostaria de pedir para que todos se unissem, porque temos três objetivos pela frente. Entre eles, a Libertadores, onde o Santos está invicto. Então, é uma questão de união, um momento importante para todos. É a minha oportunidade de conquistar um título marcante na história do clube. E não vai ser tão bonito como estou falando agora. A coisa vai pegar", enfatizou Levir.

Levir Culpi ressaltou que pretende gravar o nome na história do Santos e, para tanto, quer avançar nas três competições que a equipe tem pela frente na temporada (Copa do Brasil, Brasileirão e Copa Libertadores). No entanto, o experiente treinador revelou que a primeira missão será conhecer e administrar o ambiente.

"Agora, temos que ver os problemas aqui dentro. Administrar os problemas do dia a dia. É como uma empresa, que é ótima, mas você tem a convivência com os profissionais. Isso o que vai nos conduzir [ao sucesso]. O Dorival ficou dois anos no clube. O time tem uma base ótima, o trabalho foi muito bem feito. Cabe a mim dar continuidade e tirar o melhor deles nesses três compromissos (Brasileirão, Copa do Brasil e Libertadores)", avaliou Levir.

O novo comandante santista prometeu valorizar as categorias de base do clube - que já renderam gerações de ídolos para a torcida. "Eu tenho essa sorte. Os clubes por onde passo normalmente têm bons jogadores de categoria de base. [A questão] É apenas utilizá-los. Então, aqui com certeza isso vai acontecer. Porque a safra é muito boa", enalteceu Levir Culpi.

O técnico Levir Culpi esteve no estádio do Pacaembu, onde acompanhou a vitória do Santos sobre o Botafogo, por 1 a 0, na noite desta quarta, com um gol marcado aos 50 minutos do segundo tempo em uma cobrança de falta do lateral-direito Victor Ferraz. Ele deverá comandar o time no campo na próxima partida, válida pela sexta rodada do Brasileirão, diante do Atlético Paranaense, no próximo domingo, às 19 horas, na Arena da Baixada, em Curitiba.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.