Levir faz mistério para encarar ex-time

Depois de garantir que não guarda mágoa de seu ex-time, o Cruzeiro, o técnico Levir Culpi resolveu fazer do mistério uma arma para o confronto de sábado, no Estádio Anacleto Campanella, no encerramento do primeiro turno do Campeonato Brasileiro. Em princípio, são duas dúvidas: uma na defesa e outra no meio-de-campo. Com as suspensões dos zagueiros Gustavo e Thiago e a contusão de Neto, restaram poucas opções defensivas. Douglas está confirmado ao lado de Émerson ou de Thuram. É certo, pelo menos, que o time atuará no esquema 4-4-2. No meio-campo, a disputa está entre os volantes Claudecir, mais ofensivo, e Paulo Miranda, mais defensivo, que voltam de suspensão. O volante Zé Luís também está liberado, mas ficou sem ritmo de jogo após três semanas tratando de uma lesão muscular. Nesta quinta-feira houve um treino tático, seguido de um rápido coletivo. Na sexta, haverá apenas um recreativo e o início do regime de concentração. Com 32 pontos, o São Caetano é o nono colocado e espera ainda brigar pelas primeiras posições a partir do returno. O elenco, porém, continua sendo reduzido. O atacante Marcelinho foi emprestado ao Juventude, enquanto o meia armador Elton foi para o Coritiba. Há duas semanas, o meia Anaílson se transferiu para o Marília.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.