Bruno Cantini/Atlético
Bruno Cantini/Atlético

Levir fecha treino do Atlético-MG e faz mistério para encarar o Cerro Porteño

Alvinegro estreia quarta-feira na Libertadores, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte

Redação, Estadão Conteúdo

03 de março de 2019 | 20h22

O carnaval é de trabalho para o Atlético-MG. O time conseguiu na última quarta-feira uma vaga na fase de grupos da Copa Libertadores, folgou na quinta e na sexta e neste final de semana de folia por todo o Brasil os jogadores estiveram no batente na Cidade do Galo, o CT atleticano, na preparação para o jogo contra o Cerro Porteño, nesta quarta-feira, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte. Sem querer dar chance ao rival, o técnico Levir Culpi fechou a atividade deste domingo.

Com a decisão do treinador, a dúvida sobre quem jogará no meio de campo permanece. O volante Zé Welison foi expulso contra o Defensor, do Uruguai, na última quarta, e não poderá jogar na estreia pela fase de grupos. Assim, Levir Culpi vem quebrando a cabeça para definir o melhor esquema que levará a campo diante dos paraguaios para aliar eficiência na marcação e força ofensiva.

Diferentemente de outras partidas pela Libertadores, o Atlético-MG resolveu levar o duelo contra o Cerro Porteño para o estádio do Mineirão. Os jogadores contam com o apoio da torcida. Neste domingo, a direção atleticana divulgou que mais de 23 mil ingressos já foram vendidos.

"Espero que a torcida compareça para nos apoiar e nós, dentro de campo, vamos tratar de que as coisas saiam bem para conseguir os três pontos", disse o atacante colombiano Chará. "Quarta-feira começa a fase de grupos, lá no Mineirão, e esperamos que o torcedor compareça para nos ajudar a vencer essa partida", destacou o zagueiro Igor Rabello.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.