Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Levir lamenta empate do Atlético-MG e culpa má pontaria

O técnico Levir Culpi admitiu que tropeçar diante da Chapecoense, na Arena Condá, na noite de quarta-feira, em partida adiada da décima rodada do Campeonato Brasileiro, não estava nos planos do Atlético Mineiro. Assim, lamentou a igualdade por 1 a 1, mesmo que tenha considerado o resultado injusto diante do domínio que o seu time teve do duelo.

Estadão Conteúdo

07 de agosto de 2014 | 09h05

"Matematicamente, o resultado é muito ruim porque, em um campeonato de pontos corridos, somar apenas um ponto não é legal, mas, se considerar o que aconteceu, o resultado não foi justo. Estivemos muito mais próximos da vitória, mas não tivemos a profundidade necessária para marcar os gols e, por isso, não dá para lamentar", comentou.

Para Levir, o Atlético-MG falhou nas finalizações e também parou em uma ótima atuação do goleiro Danilo, em um duelo definido por ele como de "ataque contra defesa", especialmente no segundo tempo.

"Pecamos nas finalizações, o goleiro teve uma atuação excelente, principalmente no segundo tempo, eles jogaram com três volantes fechados, foi quase um ataque contra defesa no segundo tempo, quando tivemos mais jogo, mais passe, mais oportunidades criadas", completou o treinador.

O empate em Chapecó levou o Atlético-MG aos 19 pontos, na nona colocação no Campeonato Brasileiro. O time volta a entrar em campo no próximo domingo, quando vai receber o Palmeiras, no Independência, pela 14ª rodada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.