Ivan Storti/Divulgação
Ivan Storti/Divulgação

Levir minimiza folga na preparação do Santos: 'Não acontece nada'

Treinador afirma que benefícios dos treinos são percebidos a médio e longo prazo

Estadão Conteúdo

08 de setembro de 2017 | 19h56

O técnico Levir Culpi surpreendeu ao minimizar a importância na folga de duas semanas proporcionada pelos jogos da seleção brasileira nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018. Diferentemente da maioria de seus colegas no Brasil, o treinador acredita que o curto período de treinos não é relevante para o Santos

"Levando-se em consideração que o (Alex) Fergusson ficou 20 anos treinando um time só (Manchester United), o que tem a me dizer sobre duas semanas de treinamento? É claro que não acontece nada. Nós projetamos os trabalhos dentro das nossas dificuldades. Batalhamos muito em cima dos cruzamentos, as finalizações e o conjunto. É sempre um aperfeiçoamento. Foi bem proveitoso. Não é que vai acontecer algo de imediato, mas vai encorpar o time. É uma possibilidade maior de acerto", disse o treinador.

Em entrevista coletiva nesta sexta-feira no CT Rei Pelé, em Santos, Levir projetou equilíbrio entre Santos e Corinthians, que farão o clássico paulista da 23.ª rodada do Campeonato Brasileiro neste domingo, às 16 horas, no estádio da Vila Belmiro. O treinador santista garante que a equipe está preparada. Terceiro colocado no Brasileirão, o Santos precisa da vitória para diminuir a grande diferença de 12 pontos para o líder Corinthians (50 a 38) e seguir sonhando com o título nacional desta temporada.

"Os dois times tem mais ou menos um padrão já. Os dois times sofrem em algumas coisas. Enfim, vai resolver dentro do jogo. Um jogo diferente. Tudo pode acontecer agora. São dois times de boa qualidade. O que esperamos é um jogo muito equilibrado e o nosso desejo é de vitória. Então, está todo mundo ligado, todo mundo bem. O mais importante é você levar o espírito de vitória. É isso que vai conduzir o time a alguma possibilidade", destacou Levir Culpi.

Um dos desfalques do time contra o rival alvinegro é o atacante Nilmar, que foi diagnosticado com conjuntivite. A enfermidade também deverá impedi-lo de enfrentar o Barcelona, em Guayaquil, no Equador, na próxima quarta-feira, na primeira partida entre brasileiros e equatorianos pelas quartas de final da Copa Libertadores.

Para o jogo contra o Corinthians, Levir Culpi deverá levar a campo a seguinte formação: Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Zeca; Renato, Alison e Lucas Lima; Jonathan Copete, Bruno Henrique e Ricardo Oliveira.

Tudo o que sabemos sobre:
Santos Futebol ClubeLevir Culpi

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.