Levir pretende usar titulares, mas deve poupar Leandro Donizete e Luan

Após conquistar a sua primeira vitória na Copa Libertadores no confronto com o Independiente Santa Fé, o Atlético volta as suas atenções para o Campeonato Mineiro, afinal, no próximo domingo vai encarar o Tombense, em Ipatinga, pela nona rodada. E, mesmo com o desgaste pela ida até a Colômbia, o técnico Levir Culpi revelou nesta sexta-feira que não pretende escalar um time misto no Ipatingão.

Estadão Conteúdo

20 Março 2015 | 18h41

"A coisa vai seguindo. Depois de uma vitória, começa a clarear tudo, é assim que funciona aqui. E a gente pensa em colocar quem estiver em melhores condições físicas. Se der para repetir o time, eu gostaria de fazê-lo, então vamos ver a recuperação dos jogadores, que é muito importante, mas penso em colocar o que a gente tiver de melhor, dar uma sequência porque a gente precisa do ritmo, o time precisa jogar", comentou.

A tendência, porém, é de que o Atlético não use todos os seus titulares, poupando os jogadores mais desgastados, casos do atacante Luan e também do volante Leandro Donizete, que chegou a ser dúvida para o duelo com o Independiente Santa Fé por causa de dores musculares.

"São dois candidatos a não participar do jogo, mas é uma questão de observação, a gente vai acompanhando. O Donizete segurou até o final, o Luan sentiu o joelho, são situações que a gente vai analisando. Mas, pelo menos na minha visão de hoje, estão mais perto de não jogar", disse o treinador.

Levir também destacou que o time precisa adquirir mais entrosamento para crescer na temporada, ainda mais que vem oscilando no Campeonato Mineiro e na Libertadores. "Meu pensamento é colocar força máxima porque, como temos mexido muito no time, se você for poupando todos os jogadores, não acerta time nenhum. A gente precisa ajustar o time sem os jogadores que não estavam no ano passado", acrescentou.

TREINO - Com os jogadores que viajaram para Bogotá liberados do treino desta sexta-feira, as atenções ficaram voltadas para o zagueiro Leonardo Silva, o atacante Jô e os meias Dátolo e Giovanni Augusto, que fizeram um trabalho leve no campo, mas ainda não estão liberados pelo departamento médico. Já o meia Guilherme, que também se recupera de lesão, realizou atividades físicas na academia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.