Levir prevê ?trabalho duríssimo?

Com um contrato assinado pelo período de três anos, Levir Culpi foi apresentado nesta sexta-feira como o novo técnico do Botafogo, na sede de General Severiano. O treinador ressaltou as dificuldades momentâneas vividas pelo clube, mas se mostrou otimista quanto ao futuro da equipe."Sei que o trabalho de reestruturação vai ser duríssimo, mas tenho a certeza de que vamos reencontrar o caminho e colocar o Botafogo de novo no lugar que ele merece, que é na elite", disse Culpi. "Estou disposto a mostrar ao mundo a grandeza do Botafogo. Sei da tristeza que todos os botafoguenses estão sentindo. A dor deles é a mesma que senti ao ser rebaixado para a segunda divisão do Campeonato Brasileiro, neste ano, dirigindo o Palmeiras." Culpi frisou que o objetivo principal à frente do Botafogo será o retorno da equipe à primeira divisão do Campeonato Brasileiro. Lembrou que voltou ao Alvinegro após 29 anos, quando atuou como jogador do clube. Sobre o desafio de comandar, pela primeira vez, um clube carioca, disse estar pronto.O novo técnico do Botafogo explicou ainda que a amizade e a competência do presidente alvinegro eleito, Bebeto de Freitas, o estimulou a aceitar o convite. A amizade entre os dois surgiu quando Culpi era o técnico do Atlético-MG e o dirigente comandava o futebol do time mineiro. O treinador revelou que o valor do seu salário será menor do que o recebido no Palmeiras."Esta não é a primeira vez que venho para um clube ganhar menos do que vinha recebendo antes. Mas conheço o trabalho do Bebeto, sei de sua capacidade e tenho amizade por ele", contou Culpi. "Não existe uma fórmula mágica para que o time comece a ganhar. Mas temos que trabalhar de forma simples, sem que a despesa ultrapasse a receita."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.