Levir quer grupo completo no dia 7

Nem os retornos de dois titulares - o atacante Edílson e o meia Lúcio Flávio - no São Caetano para o jogo contra o Fortaleza, dia 7, na capital cearense, foram suficientes para animar o técnico Levir Culpi. Ele espera ainda por alguns jogadores machucados para formar todo o grupo e buscar a reabilitação de três derrotas consecutivas no Campeonato Brasileiro. "Ainda não consegui trabalhar com o elenco todo. Uma hora é cartão, outra hora é contusão. Fica difícil deste jeito", lamentou. Edílson e Lúcio Flávio voltam de suspensão. A expectativa agora é pela liberação de alguns jogadores que estão no departamento médico: os zagueiros Gustavo e Neto, além do lateral Alessandro. Com 32 pontos e na 14.ª posição, os jogadores retornaram aos treinos nesta terça-feira. Todos agora estão sob pressão para conseguir a virada no campeonato.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.