Bruno Cantini/Divulgação<br>
Bruno Cantini/Divulgação

Levir se emociona com superação do time e revela ter arritmia

Treinador cita problema cardíaco de Muricy Ramalho, técnico do São Paulo e mostra confiança em título: 'vem coisa boa pela frente'

Estadão Conteúdo

16 de outubro de 2014 | 08h32

O técnico Levir Culpi exibia um sorriso de orelha a orelha ao fim da goleada do Atlético-MG sobre o Corinthians, por 4 a 1, quarta-feira à noite, no Mineirão. Afinal, o time dele reverteu uma desvantagem de três gols, goleou em casa e conseguiu uma improvável vaga para as semifinais da Copa do Brasil.

Ainda no gramado do Mineirão, revelou que, assim como o técnico Muricy Ramalho, do São Paulo, que recentemente ficou internado, ele também sofre de arritmia cardíaca. "Eu também tenho arritmia. É isso que me faz continuar no futebol. Os jogadores estão de parabéns. Conseguiram uma vitória muito difícil e não mereciam outro resultado", disse o treinador.

Depois, em entrevista coletiva, falou sobre a emoção da vitória e, modesto, minimizou sua influência no resultado. "O elenco, os jogadores estão à minha frente. Meu trabalho está se resumindo a palestras, vídeos e, claro, definir a escalação, mas o mérito maior é dos jogadores, que mostraram superação. Nunca chamei atenção de ninguém por falta de empenho e os jogadores estão todos de parabéns", elogiou.

Na próxima fase, o Atlético briga por uma vaga na final contra o Flamengo, um dos seus principais rivais, e a motivação é grande. "Com essa vitória, a parte emocional está muito legal. Conheço o Atlético e vem coisa boa pela frente", afirmou Levir.

O Atlético-MG briga também por um lugar na Libertadores do ano que vem pelo Brasileirão, ocupando atualmente a quarta colocação. No sábado, encara a Chapecoense no Independência. Pela Copa do Brasil, as semifinais serão em 29 de outubro e 5 de novembro. Os mandos de campo ainda serão definidos pela CBF.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolAtlético-MGCopa do Brasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.