Levir sem ressentimento do Cruzeiro

Nenhum sentimento de vingança e nenhum motivo para ter mágoas. É o que garante o técnico Levir Culpi, do São Caetano, que no sábado vai enfrentar seu ex-clube, o Cruzeiro, que o demitiu em julho ainda pelo Campeonato Brasileiro. "O Cruzeiro é um clube especial na minha carreira, mas não tenho nenhum sentimento de vingança. Temos que ter o pensamento de vitória", comentou. Na verdade, o objetivo da comissão técnica é melhorar sua situação na tabela, onde soma 32 pontos e ocupa a nona posição. "A diferença entre os clubes é muito pequena. Com sorte poderemos subir duas ou três posições" no fechamento do turno. Levir ainda não definiu como formará a defesa, uma vez que não terá Thiago e Gustavo, suspensos, e Neto machucado. O time deve jogar com apenas dois zagueiros, portanto, no esquema 4-4-2 e com as prováveis entradas de Douglas e Émerson. O time pode ser confirmado após o coletivo previsto para esta quinta-feira à tarde.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.