Divulgação/UEFA
Divulgação/UEFA

Lewandowski é eleito o melhor jogador da temporada 2019/2020 na Europa pela Uefa

Neymar ficou na quarta posição; entre as mulheres, a dinamarquesa Pernille Harder ficou com o prêmio

Leandro Silveira, Estadão Conteúdo

01 de outubro de 2020 | 14h41

O polonês Robert Lewandowski foi o melhor jogador do futebol europeu na temporada 2019/2020. O reconhecimento ao centroavante do Bayern de Munique veio da Uefa, que lhe concedeu esse prêmio em cerimônia realizada nesta quinta-feira, assim como o de melhor atacante da Liga dos Campeões na temporada passada, vencida pelo seu time, dominante na premiação.

Seus concorrentes ao prêmio de melhor jogador eram Manuel Neuer, goleiro do Bayern de Munique, e o belga Kevin de Bruyne, meia do Manchester City, que foram agraciados em suas respectivas posições.

Lewandowki conseguiu 477 pontos na votação, contra 90 de De Bruyne e 66 de Neuer. O brasileiro Neymar ficou na quarta posição, empatado com Messi, ambos com 53 pontos. Pesou a favor do polonês os 15 gols em dez jogos na Liga dos Campeões, além dos 34 em 31 compromissos por competições na Alemanha.

Para triunfar na premiação entre os atacantes, Lewandowski superou a concorrência de dois jogadores que foram adversários na decisão do torneio continental: Neymar e o francês Mbappé, ambos do Paris Saint-Germain.

Dominante na temporada passada, em que também teve as conquistas domésticas do Campeonato Alemão e da Copa da Alemanha, o Bayern também recebeu outros prêmios individuais ma premiação realizada conjuntamente ao sorteio dos grupos da Liga dos Campeões pela Uefa.

Foi o caso de Hansi Flick, que derrotou outros dois treinadores alemães na votação promovida com treinadores de clubes participantes da Liga dos Campeões e da Liga Europa, além de jornalistas. Seus concorrentes eram Jürgen Klopp, do Liverpool, e Julian Nagelsmann, do RB Leipzig.

Assim, Neuer foi eleito o melhor goleiro da temporada europeia, com Joshua Kimmich, seu companheiro no Bayern, recebendo o prêmio destinado aos defensores. E o belga Kevin de Bruyne, do Manchester City, foi o intruso na premiação ao receber o prêmio de melhor meio-campista.

Neuer competia contra Oblak, do Atlético de Madrid, e Navas, do PSG. A disputa pela honraria de melhor defensor envolvia apenas nomes do Bayern. Kimmich, que variou entre a lateral direita e o meio-campo na temporada passada, derrotou Alphonso Davies e David Alaba.

Já na disputa entre os meio-campistas, De Bruyne superou Thiago Alcântara, que recentemente trocou o Bayern pelo Liverpool, e Thomas Müller, que segue em Munique.

Premiação feminina

O prêmio de melhor jogadora da Europa na temporada 2019/2020 ficou com a dinamarquesa Pernille Harder, que recentemente trocou o Wolfsburg pelo Chelsea. Ela foi finalista da Liga dos Campeões pelo clube alemão e derrotou, na votação, duas jogadores que faturaram o título pelo Lyon: a zagueira Wendie Renard, capitã do time francês, e a lateral-direita Lucy Bronze, que recentemente se transferiu para o Manchester City após o título europeu com o Lyon.

Harder também foi eleita a melhor atacante da temporada europeia, mas outros prêmios individuais foram dominados pelo Lyon, que venceu as últimas cinco edições da Liga dos Campeões.

Sarah Bouhaddi foi eleita a melhor goleira, com Renard, sua companheira de clube, sendo votada como melhor defensora. Também do time francês, a alemã Dzsenifer Marozsán acabou sendo a escolhida a meio-campista da temporada, enquanto Jean-Luc Vasseur faturou a disputa entre os técnicos.

Outros prêmios

Vencedor da Liga dos Campeões na temporada 2011/2012, o marfinense Didier Drogba recebeu o prêmio presidencial, sendo o primeiro jogado de fora da Europa a ganhar a honraria distribuída pela Uefa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.