EFE/Andrzej Lange
EFE/Andrzej Lange

Lewandowski marca, mas Bélgica vira e faz 6 na Polônia pela Liga das Nações

De Bruyne deixa o seu em goleada em Bruxelas e renova ânimo dos belgas em torneio da Uefa; Holanda supera País de Gales em Cardiff

Redação, Estadão Conteúdo

08 de junho de 2022 | 18h39

Derrotada por 4 a 1 pela Holanda na estreia pela Liga das Nações da Uefa, a Bélgica deu uma ótima resposta à torcida, em Bruxelas, ao golear a Polônia por 6 a 1 nesta quarta-feira, pela segunda rodada do Grupo B. O primeiro tempo terminou empatado por 1 a 1, após o astro Lewandowski abrir o placar para os poloneses e Witsel empatar. Na etapa final, contudo, os belgas atropelaram com dois gols de Trossard e outros de Openda, De Bruyne e Dendoncker.

Assim, os belgas celebram os primeiros três pontos conquistados na competição continental e ficam com três pontos, empatados com a Polônia, mas em vantagem no saldo de gols. A chave é liderada pela Holanda, com seis pontos, e tem o País de Gales em quarto, zerado na pontuação.

Sem Lukaku, que se lesionou no jogo contra os holandeses, a Bélgica dominou a partida desde o início e levou perigo ao gol defendido por Dragowski em mais de uma oportunidade, mas viu a Polônia abrir o placar na primeira chance clara que teve. No lance, Zielinski abriu espaço na defesa belga e entregou para Szymanski, que pensou rápido e tocou de primeira para dentro da área, onde estava Lewandowski, pronto para dominar e tocar na saída do goleiro.

O gol não mudou a postura belga, e a reação começou ainda no primeiro tempo, aos 41 minutos, quando Witsel recebeu de Castagne após rebote e colocou na rede. Após o intervalo, o domínio foi elevado a um novo nível e a Bélgica transformou o empate em uma goleada expressiva, sem dar novas chances para Lewandowski reanimar os poloneses.

Bastante participativo nos primeiros minutos, Eden Hazard aproveitou uma falha defensiva dos adversários e enfiou uma bola limpa para De Bruyne, que dominou dentro da área e superou Dragowski, aos 13. Pouco tempo depois, Hazard saiu de campo para dar lugar a Leandro Trossard, o novo protagonista da partida.

O atacante, jogador do modesto Brighton, fez o terceiro gol belga ao limpar marcação dentro da área e colocar na rede, aos 27. Poucos minutos depois, cobrou escanteio curto para Carrasco, recebeu de volta e fez a bola morrer no ângulo polonês graças a um chute cheio de efeito. Leander Dendoncker e Openda completaram a goleada aos 37 e 47 minutos, respectivamente.

FRUSTRAÇÃO GALESA E LIGA B

No outro jogo do Grupo 4, em Cardiff, o País de Gales foi a campo diante de sua torcida, em festa após a classificação para a Copa do Mundo na repescagem, mas o desfecho foi de frustração e derrota para a Holanda. Os holandeses abriram o placar no começo do segundo tempo, com Koopmeiners, e os donos da casa arrancaram um empate aos 46 minutos, graças a gol marcado por Norrington Davies.

A circunstâncias tornavam o empate um ótimo negócio, por isso a torcida não hesitou em celebrar bastante. Toda a empolgação, no fim das contas, foi suprimida rapidamente por um gol de Weghorst, no minuto seguinte ao empate, definindo a vitória por 2 a 1 para a Holanda, invicta na Liga das Nações.

Na Liga B, a Ucrânia, que perdeu a vaga na Copa do Mundo para o País de Gales, teve um momento de alegria ao vencer a Irlanda por 1 a 0, em Dublin. Já a Escócia venceu a Armênia por 2 a 0, em Glasgow.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.