Christof Stache/AFP
Christof Stache/AFP

Lewandowski volta a treinar e deverá retornar ao Bayern contra o Real Madrid

Atacante sofreu lesão no ombro na parida contra o Borussia Dortmund, na 29ª rodada do Campeonato Alemão

Estadão Conteudo

16 de abril de 2017 | 12h50

O polonês Robert Lewandowski voltou a treinar neste domingo para alívio do treinador do Bayern de Munique, Carlo Ancelotti. O atacante havia ficado de fora do empate por 0 a 0 deste sábado contra o Bayer Leverkusen, pela 29ª rodada do Campeonato Alemão, e da derrota por 2 a 1 para o Real Madrid, na quarta passada, pela Liga dos Campeões, devido a um problema no ombro.

A lesão ocorreu na goleada imposta pelo Bayern ao Borussia Dortmund, na rodada anterior do torneio nacional, e agora o goleador deve ficar à disposição do comandante italiano para o duelo de volta da competição continental, nesta terça-feira, na Espanha.

"Estou bem, estou muito satisfeito por ter participado hoje do treino, está tudo bem", disse Lewandowski em uma entrevista depois da sessão de treinos, após ter participado por mais de uma hora das atividades com o grupo de jogadores sem demonstrar nenhum incômodo.

Os zagueiros Mats Hummels (com uma lesão no tornozelo) e Jérôme Boateng (devido a um problema nas coxas) fizeram somente exercícios individuais. O resto da equipe realizou um trabalho regenerativo, dois dias antes do encontro decisivo contra o Real no estádio Santiago Bernabéu.

Nesta terça-feira, o Bayern tentará reverter o prejuízo causado pela virada sofrida no embate diante dos espanhóis (2 a 1), em Munique, onde chegou a ver Vidal desperdiçar um pênalti no final do primeiro tempo quando a equipe já vencia por 1 a 0. Assim, a equipe vai precisar vencer o Real por dois gols de diferença para avançar às semifinais da Liga dos Campeões. E só poderá passar à próxima fase ao ganhar pela vantagem de um gol se marcar ao menos três vezes, tendo em vista o maior peso dos tentos feitos fora de casa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.