LG exige que São Paulo mude camisa

O São Paulo não teve sucesso, nesta terça-feira, na tentativa de derrubar liminar que garante à LG Eletronics a renovação do contrato de patrocínio para 2004, duro golpe nas pretensões da diretoria. Se quiser reverter o quadro para acertar com a Siemens, grupo alemão com o qual vinha negociando, terá de levar o caso à frente e a novela pode se arrastar até o fim do próximo mês. Fato que provavelmente implicará prejuízo financeiro à agremiação, que, assim, deixará de receber cerca de 10% do valor do patrocínio neste ano. Os coreanos exigem que a equipe já entre em campo, na partida desta quarta-feira, contra o Fluminense-PI, pela Copa São Paulo de Juniores, com a estampa da empresa na camisa. O São Paulo estreou na competição sem a marca do patrocinador no uniforme. "Nosso advogado já havia pedido ao São Paulo que utilizasse nossa estampa desde que conseguimos a liminar", declarou Breno Marcelino, diretor de Vendas da LG. O grupo de eletroeletrônicos obteve a liminar no dia 30, dois dias depois de o presidente são-paulino, Marcelo Portugal Gouvêa, ter anunciado que iria optar pela Siemens como parceira para os dois anos seguintes. O Departamento Jurídico do clube tentou cassar essa liminar, mas o juiz Guilherme Santini Teodoro, da 4ª Vara Cível de São Paulo, manteve a decisão do dia 30, garantindo à LG a opção de permanecer patrocinando o São Paulo. "Esperamos que, com a volta do presidente do São Paulo, as coisas voltem ao normal", acrescentou Breno, referindo-se à viagem de Gouvêa ao exterior. O dirigente passa férias na Flórida, Estados Unidos, com a família e deverá retornar ao Brasil no fim de semana. Os advogados do São Paulo não se pronunciaram sobre o tema.O meia Danilo assinou contrato com o São Paulo, apesar dos protestos da diretoria de seu antigo clube, o Goiás, que ameaça ir à Justiça para recuperar seus direitos.

Agencia Estado,

06 de janeiro de 2004 | 22h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.