Liberação de jogadores no Sub-20 preocupa Fifa

O presidente da Fifa, Joseph Blatter, admitiu nesta sexta-feira que está preocupado com os problemas enfrentados pelas seleções para conseguir liberar dos clubes os jogadores que disputam o Mundial Sub-20. Ele, inclusive, admitiu endurecer as regras da entidade para garantir a participação de todos os jovens talentos do futebol mundial na competição que é realizada a cada dois anos.

AE, Agencia Estado

16 de outubro de 2009 | 13h53

"Eu apelo novamente aos clubes para que eles liberem os jogadores. Caso contrário, temos a possibilidade de utilizar o Comitê Executivo da Fifa (para endurecer as leis)", afirmou Blatter, que está no Egito para acompanhar a final do Mundial Sub-20, nesta sexta-feira, entre Brasil e Gana. "Esperamos que os clubes deem oportunidade para que os jogadores possam disputar essa competição."

Nesta edição do Mundial Sub-20, alguns jovens talentos já ficaram de fora, caso dos italianos Santon e Balotelli, ambos da Inter de Milão, e do espanhol Bojan Krcic, do Barcelona. Mas Blatter não quer ver o problema repetido no campeonato que acontecerá em 2011, em sede ainda indefinida.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFifaBlatter

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.