Libertad cede empate ao Lanús e tem ponta ameaçada

O Libertad tinha uma boa chance de encaminhar sua classificação às oitavas de final da Copa Libertadores na noite desta terça-feira. Jogando em casa, em Assunção, o time paraguaio vencia o Lanús até o final do jogo. No entanto, mesmo com um jogador a menos, a equipe argentina foi buscar o empate por 1 a 1.

AE, Agência Estado

30 de março de 2010 | 22h41

O resultado manteve o Libertad na ponta do Grupo 4, mas agora a liderança está ameaçada. O clube paraguaio tem nove pontos e vê o peruano Universitario próximo, com oito pontos. O vice-líder ainda joga na semana que vem, em casa, diante do lanterna Blooming, da Bolívia, que não pontuou na chave. Já o Lanús foi a sete pontos e manteve suas chances de classificação.

Mesmo com o Estádio Defensores del Chaco recebendo um público ruim, o Libertad não se importou e partiu para o ataque logo no início. Ainda com dois minutos, a equipe anfitriã inaugurou o marcador. Após cobrança de falta, Román marcou de cabeça. Ainda no primeiro tempo, o árbitro brasileiro Paulo César de Oliveira mostrou o segundo cartão amarelo para Salcedo e expulsou o jogador do Lanús.

Na etapa complementar da partida, o Libertad parecia poder administrar a vitória com certa facilidade. Tranquilo, o time paraguaio ainda chegou a criar chances para ampliar a vantagem, mas acabou pagando pela falta de iniciativa aos 38 minutos, quando Velázquez acertou um belo chute de longe e decretou o empate para os visitantes.

Enquanto o Universitario ainda enfrenta o Blooming pela quinta rodada do Grupo 4, Libertad e Lanús fazem apenas mais um jogo na fase de classificação da Libertadores. No dia 15 de abril, o time paraguaio vai à Bolívia pegar o lanterna da chave, enquanto o clube argentino recebe a equipe do Peru.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.