Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Libertadores da América é a prioridade do Corinthians

Tite escala titulares contra o San Lorenzo e vai com misto domingo

Raphael Ramos, O Estado de S. Paulo

16 de abril de 2015 | 07h00

Com aval do presidente Roberto de Andrade para escalar o Corinthians que quiser e até poupar jogadores nesta quinta-feira, às 22h, contra o San Lorenzo, pela Libertadores, ou domingo, diante do Palmeiras, pela semifinal do Campeonato Paulista, Tite escolheu a partida desta noite como prioridade total. Por isso, o treinador vai escalar o que tem de melhor contra os argentinos, no Itaquerão, e deixar o Palmeiras em segundo plano.

Após a vitória do São Paulo sobre Danubio, um empate garante o Corinthians nas oitavas de final. Mesmo assim, os únicos titulares que não estarão em campo são Guerrero (com dengue) e Fábio Santos (recuperando-se de cirurgia). Como o tempo de recuperação até domingo é considerado curto demais, é certo que alguns atletas que jogarão hoje ganharão descanso no clássico contra o Palmeiras.

Um desfalque já está definido para domingo: Emerson terá de cumprir suspensão na semifinal do Paulista. Também deverão ficar fora do clássico Renato Augusto e Elias. O temor da comissão técnica é que os jogadores que estão mais desgastados possam sofrer lesões musculares.

“Dirigentes, técnico e fisiologista precisam fazer o que é importante para o clube. O que é mais importante para o Corinthians agora? Buscar a classificação na Libertadores. Depois? Depois conversamos de novo”, disse o treinador.

A Fiel também deu a sua demonstração de que a Libertadores é especial, mesmo em semana de clássico com o maior rival. Todos os 39.500 ingressos disponíveis para os corintianos foram vendidos, estabelecendo novo recorde de público no Itaquerão. A melhor marca da arena depois da Copa havia sido contra o São Paulo, no primeiro jogo da fase de grupos da Libertadores, quando 38.487 torcedores acompanharam a vitória por 2 a 0 do Alvinegro.

Os ingressos para o clássico de domingo já estão disponíveis, mas ainda não foi divulgada pelo Corinthians a primeira parcial de vendas.

O Corinthians lidera o Grupo 2, porém o objetivo de Tite é avançar para as oitavas de final com a melhor pontuação possível para enfrentar na próxima fase um adversário teoricamente mais fraco e ainda fazer sempre o segundo jogo do mata-mata no Itaquerão, até a final.

“A vantagem não determina se você vai passar, mas qualquer vantagem é melhor. A gente luta para ter essas vantagens. Não são determinantes, mas vamos trazer para nós. Essa é a ideia”, explicou Tite.

Após passar apuros na vitória por 1 a 0 contra o San Lorenzo em Buenos Aires - o próprio Tite admitiu que o resultado mais justo naquela partida seria o empate -, o treinador espera que hoje o seu time fique mais tempo com a bola para não dar campo de jogo ao adversário. “Temos de ter posse de bola e contundência para criar oportunidades reais de gol”, disse. Outra preocupação é com as jogadas de bola parada.

FICHA TÉCNICA

Corinthians x San Lorenzo

Corinthians: Cássio; Fagner, Felipe, Gil e Uendel; Ralf, Elias, Renato Augusto, Jadson; Emerson e Vagner Love. Técnico: Tite

San Lorenzo: Sebastián Torrico; Julio Buffarini, Matías Caruzzo, Mario Yepes e Emanuel Más; Juan Mercier, Néstor Ortigoza, Héctor Villalba, Sebastián Blanco e Leandro Romagnoli; Mauro Matos. Técnico: Edgardo Bauza

Juiz: Víctor Carrillo (Peru)

Local: Itaquerão

Horário: 22h

Transmissão: FOX SportsCC

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.