Libertadores faz Palmeiras aumentar valor de patrocínio

Diretoria do clube negocia com atual patrocinadora para receber mais pelo desempenho do time em 2008

Vítor Marques, Agencia Estado

11 de dezembro de 2008 | 09h07

O Palmeiras usará a vaga na Copa Libertadores da América, obtida na última rodada do Campeonato Brasileiro, para negociar um valor maior nas cotas de patrocínio na camisa para 2009. A diretoria conversa com a Fiat sobre a renovação do contrato, que termina este mês, mas também ouve ofertas de outras empresas, em especial do setor de eletroeletrônicos.Veja também: Palmeiras busca zagueiros para a Copa Libertadores Brasileirão 2008 - Classificação Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão Uma reunião com a Fiat está marcada para a semana que vem. Em 2008, o Palmeiras recebeu R$ 8,5 milhões pelo patrocínio da camisa, mais R$ 1,5 milhão de bonificação pela conquista do Campeonato Paulista. "A renovação está caminhando bem", garantiu o diretor de marketing Rogério Dezembro, sem revelar valores. Ele lembra que reajustes na cota de patrocínio fazem parte da negociação. "Ganhamos o Paulista este ano e conseguimos vaga para a Libertadores, o que dá uma boa perspectiva para 2009", apostou o dirigente.O sonho da diretoria é fechar o patrocínio da camisa por R$ 14 milhões, apesar do cenário de crise mundial. Há uma semana, a Agência Estado revelou que a Samsung também estaria interessada em patrocinar a camisa do Palmeiras em 2009.Se o clube renovar por R$ 14 milhões, ainda assim receberá um valor inferior ao dos rivais. O São Paulo recebe R$ 15 milhões da LG por ano e pede R$ 25 milhões para renovar. O Corinthians ganhou R$ 16,5 milhões da Medial Saúde em 2008 e, depois da contratação de Ronaldo, sonha com R$ 30 milhões para 2009.Na renovação do contrato de material esportivo, o Palmeiras conseguiu aumentar o valor que recebia da Adidas. Os R$ 3,5 milhões se transformaram em R$ 9,2 milhões por temporada - o novo contrato com a Adidas, firmado no mês passado, é de três anos.Se renovar com a Fiat, Rogério Dezembro diz que tentará realizar o amistoso contra a Juventus, da Itália, também patrocinada pela montadora italiana, no Palestra. Em 2008, não houve datas disponíveis para a realização do jogo.Projetos sociais também fariam parte do novo acordo com a Fiat. Um deles atenderia 2 mil jovens na sede de campo na Represa de Guarapiranga, com cursos profissionalizantes e atividades esportivas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.