AssCom Dourado
AssCom Dourado

Líder da Série B, Bragantino joga mal e é derrotado pelo Cuiabá

Toty, no primeiro tempo, e Felipe Marques, no último lance da partida, marcam na vitória por 2 a 0

Redação, O Estado de S.Paulo

02 de novembro de 2019 | 00h36

O Bragantino perdeu a chance de dar mais um passo para voltar à elite do Campeonato Brasileiro na noite desta sexta-feira ao ser derrotado pelo Cuiabá, por 2 a 0, na Arena Pantanal, pela 32ª rodada da Série B.

Apesar de ter voltado a perder depois de quatro jogos, o Bragantino segue na liderança isolada, com 62 pontos. Já o Cuiabá completou a quarta partida sem derrota e se afastou do risco de rebaixamento, chegando aos 40 pontos e subindo para a décima colocação.

Apesar de o Bragantino ter iniciado melhor, quem teve a primeira grande chance foi o Cuiabá. Jean Patrick cruzou e Ednei desviou no travessão. No rebote, a bola bateu no braço de Uillian Correia e o árbitro assinalou pênalti, desperdiçado por Jean Patrick. A bola explodiu na trave.

Depois disso, o Cuiabá cresceu e abriu o placar aos 25 minutos. Alex Ruan chutou de fora da área, Júlio César desviou com a ponta dos dedos e a bola explodiu no travessão. No rebote, Toty não desperdiçou. Antes do intervalo, o Bragantino quase empatou com Wesley, de cabeça.

A etapa final teve o time paulista com mais posse de bola, mas sem encontrar espaços na defesa adversária. Na melhor oportunidade, Claudinho bateu de primeira e a bola passou perto da trave. No finalzinho, o goleiro Júlio César foi para a área tentar o empate, mas o Cuiabá ligou contra-ataque e Felipe Marques bateu para o gol aberto, fechando o placar em 2 a 0.

Os dois times voltam a campo na próxima terça-feira, às 21h30, pela 33ª rodada. O Cuiabá recebe o CRB, na Arena Pantanal, enquanto o Bragantino enfrentará o Guarani, no Nabi Abi Chedid.

FICHA TÉCNICA

CUIABÁ 2 X 0 BRAGANTINO

CUIABÁ - Matheus Nogueira; Léo, Ednei, Anderson Conceição e Paulinho; Marino, Toty, Alê e Jean Patrick (Djavan); Jefinho e Alex Ruan (Felipe Marques). Técnico: Marcelo Chamusca.

BRAGANTINO - Júlio César; Aderlan, Léo Ortiz, Ligger e Edimar; Ryller, Uillian Correia e Claudinho; Ytalo, Morato (Bruno Tubarão) e Wesley. Técnico: Antônio Carlos Zago.

GOLS - Toty, aos 25 minutos do primeiro tempo; Felipe Marques, aos 49 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Alexandre Vargas Tavares de Jesus (RJ).

CARTÕES AMARELOS - Marino e Alê (Cuiabá); Edimar, Uillian Correia e Aderlan (Bragantino).

RENDA - R$ 36.965,00.

PÚBLICO - 3.200 pagantes.

LOCAL - Arena Pantanal, em Cuiabá (MT).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.