Líder de organizada agride técnico do sub-14 do Palmeiras

Presidente de honra da Mancha Alviverde, Paulo Serdan ficou revoltado com a substituição de seu filho

Guilherme Carvalho, Jornal da Tarde

01 de outubro de 2007 | 21h38

No último sábado, irritado com uma substituição feita no seu time, um membro de torcida organizada invadiu o gramado de jogo e desferiu socos e pontapés no treinador da equipe. Não, isso não ocorreu em um treino no Parque São Jorge e muito menos em uma partida válida pelos profissionais. O ato covarde aconteceu no Campeonato Paulista Sub-14, após um partida entre Santos e Palmeiras, no CT Rei Pelé. O agredido foi o técnico do time palmeirense, Márcio Vicente, e o agressor, um velho conhecido: o presidente de honra da Torcida Mancha Alviverde, Paulo Serdan. De acordo com relatos de membros da divisão de base do clube, Serdan não teria gostado de ver seu filho, o lateral-esquerdo Caíque, ser substituído. Contrariado, ele esperou a partida acabar, invadiu o campo de treinamento do Santos e desferiu um soco no rosto de Márcio. Logo em seguida, agrediu o treinador com mais dois chutes nas costas.  Márcio ficou caído no chão, e Serdan saiu do CT, depois de pegar seu filho. Foi nessa hora que chegou um dos diretores de futebol amador do clube, Wilson Carlos Gonçalves. "Eu não vi nada, pois estava me dirigindo ao vestiário. Ouvi uns gritos, corri para ver o que era e vi o Márcio caído. O mais impressionante dessa história é que o Santos não nos ajudou em nada. Não tinha nenhum segurança do clube e nem uma maca foi disponibilizada. A única que eles fizeram foi nos indicar onde ficava a Santa Casa", lamenta o dirigente. Na Santa Casa, Márcio passou por um exame de radiografia no qual nada foi constatado. Domingo, já em São Paulo, Márcio Vicente continuou sofrendo fortes dores e resolveu passar por novo exame no qual foram constatadas fraturas em três costelas. Acidente O atacante Cesar Augusto do Nascimento, 22 anos, do time B, sofreu um grave acidente automobilístico no domingo, em Cornélio Procópio (PR), e está internado no hospital da cidade. O Palmeiras disse que enviaria médicos para analisar a situação do jogador, que pertence ao Grêmio e está no clube por empréstimo desde o começo do ano.

Tudo o que sabemos sobre:
Palmeirassub-14Paulo Serdan

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.