Lucas Merçon/Fluminense
Lucas Merçon/Fluminense

Liderado por estreante, Fluminense goleia o Americano e vence a 1ª no Carioca

Tricolor faz 4 a 0 fora de casa, com boa atuação do colombiano Yony González

Gabriel Melloni, Estadão Conteúdo

24 de janeiro de 2019 | 23h33

Depois de uma estreia decepcionante, o Fluminense deu motivos para sua torcida ficar esperançosa nesta quinta-feira, ao golear o Americano pela segunda rodada da Taça Guanabara. Em Saquarema, o time de Fernando Diniz controlou a partida e não teve maiores dificuldades para vencer por 4 a 0.

Não bastasse o resultado, os tricolores puderam celebrar a ótima atuação do principal reforço do clube para a temporada. O colombiano Yony González correspondeu à expectativa da torcida em sua estreia e conduziu o time visitante. Ele acertou bola na trave, participou do segundo gol e marcou o quarto, para coroar a boa atuação.

Destaque também para os velozes Daniel e Everaldo, além do sistema defensivo, que praticamente anulou o ataque adversário. Com o resultado, o Fluminense subiu para quatro pontos, na segunda colocação do Grupo B, e agora se prepara para encarar a Portuguesa, domingo, no Maracanã. Já o Americano parou nos três pontos e visita o Vasco em São Januário, no mesmo dia.

O estreante Yony González mostrou logo de cara que estava querendo corresponder às expectativas e foi o responsável pelo primeiro bom momento do Fluminense. Aos nove minutos, recebeu boa enfiada de Luciano e chutou da entrada da área, na trave. Aos 22, outro reforço, Matheus Ferraz, tentou de cabeça e jogou com perigo.

A única chance do Americano aconteceu aos 33, após bobeada da defesa, quando Romário bateu com pouco ângulo e jogou para fora. Mas, aos 40, os visitantes saíram na frente. Daniel deu ótima enfiada para Luciano, que tocou no meio da área para Everaldo. O atacante dominou e fuzilou para a rede.

Principal nome do Fluminense no primeiro tempo, González ainda arriscou de fora da área aos 40, exigindo ótima defesa de Luiz Henrique. Na volta para a etapa final, o Americano passou a correr mais riscos, adiantou a marcação e deu mais espaços ao adversário.

O Fluminense cresceu no erro do adversário e quase ampliou logo aos seis. Luiz Henrique errou na saída, Daniel aproveitou e tabelou com Everaldo antes de finalizar. O goleiro desviou e a zaga afastou em cima da linha.

O sistema defensivo do Americano falhava repetidamente, até que o Fluminense finalmente aproveitou para ampliar. Aos 16 minutos, Everaldo aproveitou sobra pela esquerda e tocou para Yony González, que invadiu a área e tentou o cruzamento rasteiro. Na tentativa de cortar, Gustavo Tonoli desviou contra a própria rede.

Totalmente entregue e sem resposta, o Americano vacilou novamente três minutos depois, desta vez na bola parada, e foi castigado outra vez. Daniel cobrou falta pela esquerda e Matheus Ferraz apareceu completamente sozinho para marcar de cabeça.

A ampla vantagem deixou o Fluminense relaxado. Fernando Diniz aproveitou para promover as entradas de Nathan Ribeiro e Caio Henrique. As mudanças deram novo ânimo para os visitantes, que selaram a goleada aos 39, quando Daniel deu ótimo passe para González arrancar e deslocar o goleiro.

FICHA TÉCNICA

AMERICANO 0 X 4 FLUMINENSE

AMERICANO - Luiz Henrique; Léo Rosa, Admilton, Gabriel e Rafinha; Neto (Dedé), Vandinho, Abuda, Marquinhos (Paulo Vitor) e Gustavo Tonoli (Espinho); Romário. Técnico: Josué Teixeira.

FLUMINENSE - Rodolfo; Ezequiel, Ibañez (Nathan Ribeiro), Matheus Ferraz e Mascarenhas; Airton, Bruno Silva (Caio Henrique) e Daniel; Luciano, Yony González (Mateus Gonçalves) e Everaldo. Técnico: Fernando Diniz.

GOLS - Everaldo, aos 37 minutos do primeiro tempo. Gustavo Tonoli (contra), aos 16, Matheus Ferraz, aos 19, e Yony González, aos 39 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Alexandre Vargas Tavares de Jesus.

CARTÕES AMARELOS - Luis Henrique, Abuda, Admilton, Vandinho, Gabriel (Americano); Airton, Luciano, Yony González, Bruno Silva (Fluminense).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Elcyr Resende de Mendonça, em Saquarema (RJ).

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.