Vitor Silva/SS Press
Vitor Silva/SS Press

Liderado por Seedorf, Botafogo não se abate com empate com o Inter

Segundo holandês, ordem é time se concentrar no que está sob o seu controle: derrotar a Lusa

AE, Agência Estado

16 de agosto de 2013 | 21h29

RIO - Percebendo o desânimo de seus companheiros após o gol sofrido no último segundo contra o Internacional, que provocou o empate de quinta-feira no Maracanã, Seedorf conclamou-os a não se abaterem e a se concentrarem no objetivo maior: a manutenção da liderança do Campeonato Brasileiro. A mensagem parece ter sido bem digerida no Botafogo.

O astral no clube estava elevado nesta sexta-feira, um dia depois dos 3 a 3 com o Inter, e não se via cansaço no semblante dos jogadores, que têm pouco tempo para se recuperar para o jogo deste domingo, contra a Portuguesa, no Canindé.

No treino desta sexta-feira, os titulares do Botafogo realizaram apenas exercícios físicos, enquanto os reservas foram a campo. E a motivação é grande para terminar mais uma rodada como o melhor time da competição - o Botafogo está com 26 pontos, um a mais do que o Cruzeiro, que joga já neste sábado.

Segundo Seedorf, a ordem para os botafoguenses é se concentrar no que está sob o seu controle: derrotar a Lusa e manter a ponta. Para isso, o técnico Oswaldo de Oliveira tem bons reforços. O goleiro Jefferson retornou da seleção brasileira e, mesmo tendo sido liberado do treino desta sexta-feira, deve jogar no domingo. Já o meia Lodeiro, de volta da seleção uruguaia, esteve no Engenhão, mas apenas para atividades físicas. E o lateral-direito Gilberto, suspenso contra o Internacional, retorna à sua posição.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBotafogoBrasileirãoSeedorf

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.