Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo

'Liderança de Kaká em campo vai fazer falta', dizem são-paulinos

Pela posição em que joga, Kaká está mais presente que Rogério Ceni, avaliam os companheiros do elenco

Gonçalo Junior, O Estado de S.Paulo

03 de dezembro de 2014 | 15h19

Com a saída de Kaká, que vai fazer sua última partida pelo São Paulo neste domingo, contra o Sport, no Recife, e se transferir para o Orlando City, do futebol norte-americano, a equipe do Morumbi precisa de um substituto que seja também um líder dentro e fora de campo. Essa é a opinião de alguns jogadores do elenco que veem estilos diferentes de liderança entre o meia e o goleiro Rogério Ceni, capitão do time. "O Kaká tem uma liderança natural e está sempre perto da gente. O Rogério Ceni é o capitão, mas, pela posição em que ele joga, fica distante da maioria dos lances. Uma substituição à altura do Kaká vai ser difícil", afirma o volante Souza, em entrevista coletiva na manhã desta quarta-feira. "O Kaká sempre nos orienta. Está presente em todos os lances", concorda o atacante Alan Kardec.

O substituto natural de Kaká é Michel Bastos, que se destacou pela polivalência e pela versatilidade - ele pode jogar como volante, meia ou lateral. O técnico Muricy Ramalho já indicou uma lista de reforços para a diretoria e pediu um substituto para Kaká, com habilidade para armar o jogo pelo centro do campo.

O substituto de Kaká será decisivo na próxima edição da Libertadores já que o São Paulo caiu no chamado "Grupo da Morte" no sorteio realizado na noite desta terça-feira, na sede da Conmebol, no Paraguai. O time paulista está ao lado do atual campeão San Lorenzo, do Danubio, do Uruguai, e espera a definição do quarto componente, que será da pré-Libertadores. O adversário sairá da disputa entre o quarto classificado no Campeonato Brasileiro (Corinthians ou Internacional) e um time colombiano (Independiente Santa Fe, Junior Barranquilla, Once Caldas, Independente Medellín ou Águias Douradas). 


Para a partida de domingo, no encerramento do Campeonato Brasileiro, o técnico Muricy Ramalho deve usar todos os titulares. O São Paulo já garantiu o vice-campeonato brasileiro. O meia Ganso está suspenso por causa do terceiro cartão amarelo. "Temos de vencer. Vale a nossa imagem e mais vitórias para o São Paulo", afirmou o volante Souza. 



Tudo o que sabemos sobre:
FutebolBrasileirãoSão Paulo FCKaká

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.