Liedson: Corinthians faz nova exigência

O Corinthians vai exigir uma cópia do contrato de venda de Liedson registrada em cartório para liberar o jogador. Se o valor da transação for igual ou superior a R$ 7 milhões, o Corinthians terá direito a um bônus de 25%, como está estipulado em contrato. Abaixo disso não terá direito a nada. Se esse documento não chegar logo ao Parque São Jorge o negócio corre o risco de fracassar, já que as inscrições para a temporada européia terminam no dia 30. O vice-de Futebol do Corinthians, Antonio Roque Citadini, não está totalmente convencido de que Liedson vai embora. ?Eles que não tentem nos enganar?, ameaça o dirigente. Não temos pressa para liberar o jogador?. Na sexta-feira o presidente do Prudentópolis, João Alberto Ituarte, tentou entregar toda a documentação ao Corinthians - inclusive com os valores - mas Citadini não quis receber. ?Ele exige que nós registremos em cartório?, diz Ituarte. ?É isso que faremos?. Ituarte não revelou as bases do negócio. ?O Sporting exigiu uma cláusula de confidencialidade?. De acordo com o presidente do Prudentópolis, que detém 70% dos direitos federativos do jogador, o Corinthians não será enganado. ?Se o Corinthians tiver de receber alguma coisa, vai receber. Quanto ao senhor Roque Citadini, ele pode ficar tranqüilo: na terça-feira, o Corinthians receberá em mãos tudo como ele exigiu, registrado em cartório?. Liedson assinou contrato por três anos com o Sporting e já não enfrenta o Internacional, amanhã, no Pacaembu. O atacante sequer se apresentou para a concentração, que começou na sexta-feira, às 22h. Hoje, também não apareceu no clube para treinar. De acordo com o empresário do jogador, Marcos Rodrigues Magu, a transferência de Liedson para o Sporting é irreversível. Liedson embarca para Portugal na terça-feira. Na quarta será apresentado oficialmente como jogador do Sporting. Haverá uma grande festa, aberta aos torcedores do clube. O jogador foi aconselhado por seus empresários e não dar entrevistas antes da apresentação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.