Liedson pode voltar ao Corinthians

O Corinthians está perto de conseguir seu primeiro reforço. É Liedson, que não acertou o contrato com o Dínamo de Kiev e desembarcará neste sábado em São Paulo. ?Fiquei sabendo dessa história no site do Dínamo. Vamos esperar a volta do jogador para ver o que fazer?, afirmou nesta sexta-feira o vice-presidente de futebol do clube paulista, Antonio Roque Citadini.Hugo Barros, vice-presidente do Prudentópolis, time que detém 70% dos direitos federativos de Liedson ? os outros 30% são do Coritiba ?, confirmou o fracasso da negociação. ?O Corinthians falou tanta besteira para o jogador, disse que ele iria para a seleção, que a Ucrânia é o fim do mundo, que o Dínamo é uma porcaria e ele acreditou. Saiu daqui dizendo que não assinaria contrato e não assinou mesmo. Agora, quero ver o futuro do jogador. Só por milagre haverá uma nova proposta tão boa?, lamentou o dirigente.O Prudentópolis receberia US$ 2,1 milhão. O Coritiba ficaria com US$ 900 mil. Liedson receberia muito dinheiro. ?Ele desprezou US$ 400 mil na mão e mais um contrato anual de US$ 600 mil, além de US$ 200 mil que é a premiação anual média de um jogador no Dínamo. Foi irredutível. O Dínamo ainda ofereceu seis meses de salário adiantado e nem assim ele aceitou?, contou Hugo Barros.Liedson recebe atualmente R$ 70 mil (aproximadamente US$ 23 mil por mês). ?Não sei se ele continua no Corinthians. Precisamos discutir novamente. Eles não utilizaram a opção de compra e perderam o direito. O empréstimo dele ao Corinthians era até o final do ano. Recebemos R$ 500 mil e não sei se temos de devolver algo para o Corinthians. Levei uma marretada na cabeça e ainda não sei o que pensar. Precisamos de calma?, explicou o dirigente do Prudentópolis.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.