Liedson se consagra com título

A vida oferece situações inimagináveis. Quem poderia supor que o desemprego levaria uma pessoa a tornar-se ídolo de uma das maiores torcidas do Brasil? Pois foi o que aconteceu com Liedson, que hoje mostrou seu talento com a bola nos pés na conquista do título paulista. Na Bahia, onde nasceu, o atacante corintiano mostrava habilidade com as mãos, como repositor de mercadorias em um supermercado. Há 4 anos, só aceitou entrar no mundo do futebol profissional porque estava sem trabalho. Uma carreira meteórica e um futuro promissor.A defesa são-paulina teve de se desdobrar para conter o veloz Liedson. Mas ele também tem boa técnica. E a usou para se livrar com facilidade de Júlio Santos e marcar o primeiro gol corintiano. No segundo, esperto, passou para Jorge Wagner ampliar. No terceiro, lá estava ele para tocar com precisão, de cabeça, para Jorge Wagner, outro destaque da decisão. Aos 25 anos, goleador, Liedson tem futebol suficiente para vestir a camisa da seleção brasileira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.