Divulgação/PSG
Divulgação/PSG

Liga dos Campeões: times, tabela, onde assistir e tudo sobre a competição

Fase de grupos começa nesta terça e tem como uma das atrações da primeira rodada o duelo entre o atual vice-campeão PSG e o Manchester United, reforçado por Cavani

Ricardo Magatti, O Estado de S.Paulo

19 de outubro de 2020 | 16h30

Atrasada por conta da pandemia de covid-19, que alterou todo o calendário do futebol mundial, a temporada 2020/2021 da Liga dos Campeões começa nesta terça-feira, 20, com o mesmo formato dos últimos anos e confrontos entre grandes times logo na primeira rodada. Um dos destaques é o duelo entre o atual vice-campeão Paris Saint-Germain e o Manchester United, do recém-contratado Edinson Cavani, que se enfrentam em Paris, às 16 horas (horário de Brasília).

Liderado por Neymar, o Paris Saint-Germain se espelha na campanha da última edição, em que alcançou a final da competição pela primeira vez em sua história. Na ocasião, o título não veio após a derrota por 1 a 0 para o Bayern de Munique na final, mas o caminho está pavimentado para o time francês novamente brigar pela taça inédita.

A equipe de Paris segue apostando nos craques Neymar e Mbappé e hoje tem um elenco mais renovado após as saídas de Thiago Silva e Cavani e as chegadas do volante português Danilo Pereira, do meio-campista brasileiro Rafinha Alcântara e do atacante italiano Moises Kean, além do lateral Fiorenzi, emprestado pela Roma.

O Manchester United aposta em Cavani, que, porém, não vai estrear diante de seu ex-clube. "Edinson precisa de mais alguns dias de treino físico antes de pensarmos na estreia, talvez no fim de semana", explicou o técnico Ole Gunnar Solskjaer. Cobiçado por várias equipes, o veterano uruguaio, de 33 anos, foi contratado pelo time inglês com a missão de liderar um elenco jovem e que vem decepcionando nos últimos anos. Ele é o maior artilheiro da história do PSG, com 200 gols e quer mostrar que ainda tem poder de decisão.

766E3C01-53A8-483E-9B06-CCE0C7108013
Edinson precisa de mais alguns dias de treino físico antes de pensarmos na estreia, talvez no fim de semana
E0EAB005-9061-4B3D-86B9-AEB61693E313
Ole Gunnar Solskjaer, técnico do United

O Grupo H não é dos mais fáceis, já que além de Manchester United e PSG, conta com o RB Leipzig, uma das sensações da última edição e que foi justamente eliminado nas semifinais pelos franceses. O outro integrante da chave é o modesto Instanbul Basaksehir, da Turquia, ex-equipe de Robinho, condenado em primeira instância por estupro na Itália e que teve seu contrato suspenso com o Santos por conta da repercussão negativa a respeito do caso.

Istambul, aliás, será sede da final, prevista para ser realizada em 29 de maio de 2021. O estádio Olímpico Atatürk, na capital turca, foi escolhido originalmente para receber a final da temporada 2019/2020, mas a decisão, e toda a fase final a partir das quartas, foi transferida para Lisboa, em Portugal, em razão da pandemia do coronavírus. O estádio da Luz, casa do Benfica, abrigou o duelo entre Bayern de Munique e Paris Saint-Germain, em agosto passado.

Time a ser batido

Atual campeão, o Bayern de Munique entra novamente como um dos favoritos, senão o principal, para levar o título de novo. O time bávaro não perdeu peças importantes e ainda reforçou o já qualificado elenco comandado pelo técnico Hansi Flick, com as contratações do brasileiro Douglas Costa, do alemão Leroy Sané e do camaronês Choupo-Moting. O meio-campista espanhol Marc Roca chegou para substituir Thiago Ancântara, comprado pelo Liverpool.

A grande referência da equipe alemã continua sendo o polonês Robert Lewandowski. O centroavante foi eleito o melhor jogador do futebol europeu na temporada 2019/2020 depois de ter sido artilheiro da Liga dos Campeões, com 15 gols, e o grande protagonista da conquista. Lewandwoski, aliás, é cotado para novamente figurar entre os craques da competição.

Com o troféu conquistado recentemente, o Bayern de Munique ostenta seis taças e é o terceiro maior vencedor, atrás do Milan, com sete, e do Real Madrid, soberano, com 13 títulos. Os bávaros fazem a estreia contra o Atlético de Madrid, reforçado por Luis Suárez, na quarta, às 16 horas, em Munique.

Cristiano Ronaldo x Lionel Messi

A Liga dos Campeões terá um confronto precoce entre os dois craques que têm dominado o futebol mundial nos últimos anos. O sorteio da Uefa colocou a Juventus, de Cristiano Ronaldo, e o Barcelona, de Messi, na mesma chave, a G. O português e o argentino não foram protagonistas do torneio na temporada passada, tanto que seus times caíram nas quartas de final, mas o confronto deverá reforçar as atenções sobre ambos. O Grupo G ainda conta com o Dínamo de Kiev e o húngaro Ferencvaros.

O confronto entre Messi e Cristiano Ronaldo no principal torneios de clubes da Europa não é inédito, mas nunca aconteceu tão cedo. O craque argentino, sempre pelo Barcelona, se deu melhor na decisão da temporada 2008/2009, diante do Manchester United, e na semifinal da 2010/2011, contra o Real Madrid. E ainda marcou gols em ambas as séries - três. Já o português saiu vitorioso na temporada 2007/2008, mas semifinais, quando ainda estava no futebol inglês.

Os dois jogam nesta terça-feira. A Juventus inicia sua campanha diante do Dínamo de Kiev, às 13h55 (de Brasília), fora de casa, na Ucrânia, enquanto que o Barcelona, com expectativas moderadas depois da humilhação com a goleada sofrida pelo Bayern na última temporada, começa sua trajetória contra o modesto Ferencváros, em duelo disputado no Camp Nou, às 16 horas.

Além de Lewandowski, Neymar, Mbappé, Cristiano Ronaldo e Messi, Kevin De Bruyne, Alisson, Mohamed Salah, Sadio Mane, Luis Suárez, Hazard e Lukaku também figuram na lista a candidatos ao estrelato. O noruguês Haaland, do Borussia Dortmund, o jovem alemão Kai Havertz, do Chelsea, e os brasileiros Rodrygo e Vinicius Junior, do Real Madrid, são outros que merecem atenção.

Outros destaques

Presente no Grupo B, o Real Madrid caiu em uma chave equilibrada. A equipe espanhola, maior campeã da competição, e que persegue o seu 14º título, terá como adversários Shakhtar Donetsk, Inter de Milão, que busca se reafirmar no cenário europeu, e Borussia Mönchengladbach.

No Grupo C o destaque é o Manchester City. O time de Guardiola inicia mais uma trajetória em busca da conquista inédita. Na temporada passada, foi eliminado para o Lyon nas quartas de final. Na fase grupos, terá como rivais Porto, o único da chave a já ter sido campeão europeu, Olympiacos e Olympique de Marselha.

Campeão na temporada retrasada, o Liverpool, terceiro clube com mais conquistas da Liga dos Campeões, com seis taças, caiu numa chave relativamente tranquila. Seu principal oponente será o Ajax, que ostenta quatro troféus da competição e foi semifinalista em 2018/2019. A chave é completa pelo Atalanta, surpresa na última edição ao chegar até as quartas, e Midtjylland, da Dinamarca.

No Grupo E, os destaques são o Chelsea e o Sevilla, atual campeão da Liga Europa. Krasnodar, da Rússia, e Rennes, da França também compõem a chave. No F,  Borussia Dortmund e Lazio são os favoritos para avançar ao mata-mata. Os azarões são o Brugge, da Bélgica, e o Zenit, da Rússia.

Torcida nos estádios

Ainda não está definido se os torcedores estarão liberados para assistir às partidas in loco. A Uefa definiu que os jogos sob sua organização poderão receber até 30% da capacidade dos estádios, mas a aprovação depende das autoridades locais. A entidade pegou como exemplo o teste realizado na Supercopa Europeia, entre Bayern de Munique e Sevilla.

A determinação já vigorou na rodada do dia 10 da Liga das Nações. O distanciamento social entre os torcedores será obrigatório, além do uso de máscaras. Torcida visitante não será permitido.

766E3C01-53A8-483E-9B06-CCE0C7108013
É um primeiro passo sensato que coloca a saúde dos torcedores em primeiro lugar e respeita as leis de cada país
E0EAB005-9061-4B3D-86B9-AEB61693E313
Aleksander Ceferin, presidente da Uefa

"A Supercopa demonstrou que é possível assistir aos jogos de futebol nas circunstâncias certas, colocando a saúde e a segurança em primeiro lugar com medidas atenuantes abrangentes. A partida também demonstrou a aceitação dos torcedores quanto às medidas de precaução sanitária e sua disposição em segui-las e se comportar de acordo", informou a entidade.

O presidente da Uefa, Aleksander Ceferin, ressaltou que cada país tem suas leis em relação ao combate da covid-19 e destacou a importância do retorno gradativo do público e lembrou que 27 países já permitem torcidas nas arenas. "É um primeiro passo sensato que coloca a saúde dos torcedores em primeiro lugar e respeita as leis de cada país. Embora todos nós enfrentamos um inimigo comum na covid, os países têm diferentes abordagens e diferentes desafios. Esta decisão permite muito mais flexibilidade local para lidar com a admissão de torcedores do que anteriormente, respeitando sempre a avaliação das autoridades locais”, disse.

Onde assistir à Liga dos Campeões

Sucesso de audiência, a Liga dos Campeões será transmitida no Brasil pelas mesmas plataformas dos últimos anos: os canais TNT e Space, o serviço de streaming EI Plus e o Facebook do Esporte Interativo. Os direitos de transmissão pertencem à Turner no mercado brasileiro e o contrato é válido até o fim da edição atual. A programadora americana trabalha para renovar o acordo por mais alguns anos.

O EI Plus, que exibe confrontos entre oito times do Brasileirão - Palmeiras e Santos, por exemplo - e recentemente adquiriu os direitos de transmissão das Eliminatórias Sul-Americanas, pode ser acessado por site e aplicativo, com mensalidade de R$ 19,90 (ou R$ 13,90 por mês no plano anual) e está disponível para celulares, computadores, tablets e smart TVs. A assinatura permite até dois dispositivos com acesso simultâneo. Também é possível ver pelo UOL Esporte Clube, com mensalidade a partir R$ 19,90 --os sete primeiros dias são grátis.

Veja a lista com todos os jogos da primeira rodada da Liga dos Campeões:

Terça-feira, 20

13h55 - Zenit x Club Brugge

13h55 - Dínamo Kiev x Juventus

16h - Rennes x Kransnodar 

16h - Chelsea x Sevilla

16h - Lazio x Borussia Dortmund

16h - Barcelona x Ferencváros

16h - Paris Saint-Germain x Manchester United

16h - RB Leipzig x Istanbul Basaksehir

Quarta-feira, 21

13h55 - Red Bull Salzburg x Lokomotiv Moscou

13h55 - Real Madrid x Shakhtar Donetsk

16h - Bayern de Munique x Atlético de Madrid

16h - Inter de Milão x Borussia Mönchengladbach

16h - Olympiacos x Olympique de Marselha

16h - Manchester City x Porto

16h - Ajax x Liverpool

16h - Midtjylland x Atalanta

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.