Liga espanhola ameaça excluir Barcelona se Catalunha se separar

Liga espanhola ameaça excluir Barcelona se Catalunha se separar

Destino da região será decidido em referendo no próximo dia 9 de novembro. Optando pela separação, o Barça pode ser excluído

Estadão Conteúdo

07 de outubro de 2014 | 14h49

O presidente da liga que organiza o Campeonato Espanhol afirmou nesta terça-feira que o Barcelona será excluído da competição se a região da Catalunha se separar do restante do país. O destino dos catalães será decidido pela população local em votação marcada para o dia 9 de novembro.

"Se a Catalunha se tornar independente, levando em consideração a legislação esportiva da Espanha, o Barcelona não poderia participar [do Espanhol]", declarou Javier Tebas, presidente da Liga Nacional de Fútbol Profesional, responsável por organizar o Campeonato Espanhol.

Tebas afirmou, contudo, que não gostaria que o tradicional clube catalão fosse removido da competição. "Eu não consigo imaginar o Espanhol sem o Barça. Da mesma forma, não consigo imaginar a Espanha sem a Catalunha. Mas, se o Barcelona não for excluído, como poderíamos chamar o torneio: o Campeonato Espanhol ou o Campeonato Ibérico?", questionou.

No entanto, a possibilidade de o Barcelona seguir na competição não seria um absurdo, caso a Catalunha obtenha a independência. O time poderia continuar no Espanhol por causa de um precedente na regra da liga espanhola. Atualmente, a entidade conta com a participação de Andorra, um dos menores países do mundo, localizado entre o noroeste da Espanha e o sudoeste da França.

A permanência do Barcelona no Campeonato Espanhol dependeria, assim, de uma permissão especial a ser discutida pelo Parlamento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.