Alejandro García/EFE - 17/8/2011
Alejandro García/EFE - 17/8/2011

Liga espanhola retoma negociação com jogadores na Espanha

Entidade tenta evitar a greve programada para as rodadas iniciais do campeonato

REUTERS

19 de agosto de 2011 | 09h09

MADRI - A Liga de Futebol Profissional (LFP) da Espanha retomou na sexta-feira as negociações com a AFE (sindicato dos jogadores) para tentar evitar uma greve que ameaça impedir o início da temporada da primeira e segunda divisões do Campeonato Espanhol, neste fim de semana.

Há outras reuniões marcadas para sábado e segunda-feira na sede da LFP, que representa os 42 clubes das duas divisões principais. Uma greve complicaria seriamente o já apertado calendário do futebol espanhol, já que este é um ano de Eurocopa, em junho, o que impede o mero adiamento das partidas canceladas.

A AFE, que exige maior proteção para os salários dos jogadores em clubes que estiverem sob intervenção financeira, convocou na semana passada uma greve nas duas primeiras rodadas dos campeonatos.

A entidade diz que os clubes devem mais de 50 milhões de euros (72 milhões de dólares) a mais de 200 jogadores, e que a proposta da LFP para liberar uma verba emergencial de 40 milhões de euros é insuficiente.

A primeira reunião entre as partes, na quarta-feira, terminou rapidamente, sem solução. A convocação de greve vale de sexta a segunda-feira, nos dois próximos fins de semana.

Alguns clubes informaram que suspenderam seus treinos até terça-feira da semana que vem.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.